Cotidiano

Homem morto a tiros na frente do filho pode ter sido confundido com irmão

Da Redação ·
(Foto: Daniela Sevieri – Banda B)
(Foto: Daniela Sevieri – Banda B)

A Polícia Civil suspeita que o rapaz de 29 anos morto na madrugada de quarta-feira (20), pode ter sido confundido com o irmão. Fabio Evaldo Correia foi assassinado a tiros no cruzamento das ruas Eduardo Sprada com Juscelino Kubstcheck, na Cidade Industrial de Curitiba. O filho dele, de cinco anos, está internado em estado gravíssimo no Hospital Nossa Senhora do Rocio, em Campo Largo. Além deles, a enteada de 17 anos, que estava no Fiat Uno, foi atingida de raspão com um tiro no queixo. A família seguia para buscar a mãe/esposa quando o atentado aconteceu.

continua após publicidade

Segundo a polícia, o motorista parou no sinaleiro em seguida acabou baleado. Conforme um oficial da PM, pela forma como os disparos foram efetuados o atirador também queria matar a adolescente e o menino.

Em entrevista ao site Banda B o delegado Omar Feijó, da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), disse que Fábio era trabalhador e não tinha antecedentes criminais.

continua após publicidade

“Estamos tentando conversar com familiares, porque as vítimas, nem mesmo a adolescente, tinham histórico com a criminalidade. O que sabemos é que o irmão da vítima tem problemas com relação ao uso de de drogas. Não sabemos se o confundiram com o irmão ou se houve alguma briga por causa dele. São hipóteses que estamos verificando para tentar chegar aos autores do crime”, descreveu. 

Ainda de acordo com o delegado, os atiradores estavam em um carro e atiraram aleatoriamente. “Não ficaram estojos de munição. É uma emboscada, sem chances para a vítima. Mesmo com a criança ali, eles atiraram. Ou havia um problema pessoal grave ou foi confundido com outra pessoa, que seria seu irmão. Vamos buscar ouvir testemunhas para tentar chegar a um caminho que nos leve até a motivação do crime”, afirmou.

(Com informações do site Banda B)