Cotidiano

Ação conjunta apreende mais de 1,2 tonelada de drogas escondida em barra de ferro

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Ação conjunta apreende mais de 1,2 tonelada de drogas escondida em barra de ferro
Ação conjunta apreende mais de 1,2 tonelada de drogas escondida em barra de ferro

Uma ação conjunta entre a Divisão Estadual de Narcóticos (Denarc), o Núcleo Regional de Inteligência (NRI) da Delegacia de Niviraí (MS) e a Polícia Civil de Eldorado (MS) apreendeu mais de 1,2 tonelada de drogas, entre maconha e skunk (droga mais potente que maconha, porém também proveniente da planta Cannbis Sativa). 

continua após publicidade

A apreensão aconteceu na manhã de sexta-feira (15/12), em um barracão situado no município de Nivaraí (MS). Um homem, de 35 anos, foi preso em flagrante na ação.A polícia chegou até o local após tomar conhecimento de que um carregamento de maconha, escondido em estruturas metálicas, estaria sendo transportado para Nivaraí. Diante do fato, as equipes passaram a realizar diligências por todo município, quando avistaram um caminhão “munck” – utilizado para movimentar e carregar grandes cargas – passando as barras de ferro para um caminhão guincho, próximo a um barracão. Os motoristas dos caminhões foram abordados pela equipe e informaram que foram contratados pelo homem, de 35 anos, para fazer o serviço. 

Porém, não sabiam que tratava-se de material ilícito. Ao ser questionado, o homem admitiu que contratou os caminhoneiros e que realmente não informou do que se tratava a carga. Um iria carregar a carga e o outro levaria até o Estado de São Paulo (SP). 

continua após publicidade

Segundo informações policiais, o suspeito informou ainda em quais estruturas metálicas as drogas estavam escondidas e que elas teriam vindo de Ponta Porã (MS) e seriam levadas até um outro barracão, locado por ele mesmo, em Presidente Prudente (SP). O homem alegou que receberia R$3 mil para encaminhar a droga. O suspeito já havia sido preso por tráfico de drogas em 2013, no Estado do Pará (PA). Na ocasião ele transportava 60 quilos de drogas, sendo 20 quilos de crack e 40 quilos de maconha.O homem foi autuado em flagrante pelo crime de tráfico de drogas e encaminhado para a Delegacia de Nivaraí, onde aguarda à disposição da Justiça. A carga, totalizada em 1.278 quilos, foi levada para o pátio da unidade. 

AÇÃO DISTINTA – Em outra ação a Denarc, com o apoio da Polícia Rodoviária Federal (PRF), apreendeu 300 quilos de maconha, próximo a uma residência abandonada na zona rural de Ramilândia – município situado na região Oeste do Paraná. Dois homens, de 22 e 39 anos, e um adolescente, de 16 anos, foram detidos durante a ação. A equipe se deslocou até o local após receber uma denúncia anônima relatando que um veículo, com placas de São Miguel do Iguaçu, havia acabado de deixar uma quantidade de droga na zona rural do município.

Diante do fato, os policiais passaram a realizar diligências e chegaram até o adolescente, de 16 anos, e o rapaz, de 22 anos. A dupla estava responsável por retirar a droga do local em que foi deixada e guardar. Em continuidade as investigações, a equipe chegou até o homem, de 39 anos, que abandonou a droga no local. “Quando questionado, o suspeito confessou à polícia que fez a a função de “batedor” da cidade de Foz do Iguaçu até Cascavel para um outro carro carregado com drogas, no entanto o veículo estragou e por isso acabaram escondendo a droga na zona rural de Ramilândia. O homem alegou ainda que receberia R$5 mil pelo serviço”, informou a delegada-adjunta do Núcleo da Denarc de Cascavel, Ana Cristina Ferreira. 

continua após publicidade

Tanto o rapaz, de 22 anos, quanto o homem, de 39 anos, foram autuados em flagrante pelo crime de tráfico de drogas. Ambos já possuíam antecedentes criminais, sendo um por tráfico de drogas e outro pro descaminho, respectivamente. A dupla foi encaminhada para a Delegacia de Polícia Matelândia. 

Já o adolescente responderá por ato infracional análogo ao crime de tráfico de drogas e foi encaminhado ao Conselho Tutelar. O delegado do Núcleo da Denarc de Pato Branco, Ivonei Oscar da Silva, que prestou apoio em toda ação destaca a importância da integração entre as unidades e demais forças de segurança. “Graças a essa união, conseguimos tirar de circulação mais uma quantidade considerável de drogas, bem como prender pessoas envolvidas com o tráfico de drogas no Estado”, finaliza.