Cotidiano

Lei municipal obriga veterinária a se desfazer de porco de estimação 

Da Redação ·
"Não vai ser fácil ficar esse tempo sem ele", disse a veterinária. Foto: reprodução/RPC
"Não vai ser fácil ficar esse tempo sem ele", disse a veterinária. Foto: reprodução/RPC

Uma médica veterinária precisou se desfazer do porco de estimação após ser notificada pela Vigilância Sanitária de Ponta Grossa. Uma lei municipal proíbe a criação de suínos na zona urbana.

continua após publicidade

O caso chegou até a vigilância após uma denúncia anônima. A veterinária Fernanda Mathias disse que comprou Steven há um ano e dois meses em um criadouro de São Paulo. Até então o porco convivia tranquilamente na casa com outros animais e, segundo Fernanda, nunca recebeu reclamações de vizinhos.

Após registrar a denúncia, a Vigilância Sanitária notificou a veterinária para comparecer ao Centro de Zoonoses para explicar a situação. Ela informou que mostrou toda a documentação da compra do animal, a guia que comprova que Steven viajou de avião a Ponta Grossa, fotos do bicho, comprovantes de vacinação e até declarações de vizinhos atestando que o porco não incomoda, porém, nada adiantou.

continua após publicidade

Steven foi encaminnhado para o criadouro onde foi comprado. A família tinha a opção de levá-lo para uma chácara, mas tem medo de que o porco possa ser furtado.