Mais lidas
Cotidiano

CNN corrige reportagem sobre e-mail com WikiLeaks enviado a Trump

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A rede americana CNN corrigiu uma reportagem publicada na última sexta-feira (8) sobre um e-mail que foi enviado para a campanha do presidente Donald Trump durante a eleição americana de 2016.

Originalmente, a CNN havia reportado que, de acordo com duas fontes que tiveram acesso ao conteúdo do e-mail, a campanha de Trump recebera no dia 4 de setembro, em uma mensagem apócrifa, uma chave para decodificar documentos vazados pelo WikiLeaks sobre a candidata Hillary Clinton, rival de Trump.

Após a publicação da reportagem, o jornal "The Washington Post" obteve uma cópia do e-mail, que na verdade era datado de 14 de setembro -um dia depois de o WikiLeaks ter divulgado os documentos em questão.

Assim, o e-mail enviado a membros da campanha de Trump, incluindo o próprio presidente e seu filho mais velho, Donald Trump Jr., apenas indicava um caminho para documentos que já eram de conhecimento público.

O e-mail foi entregue ao Congresso em meio a documentos fornecidos pelas Organizações Trump na investigação sobre a interferência russa na eleição americana de 2016 e sua suposta ligação com membros da campanha de Trump.

Ao ser questionado sobre o e-mail na quarta-feira (6) em uma sessão a portas fechadas da Comissão de Inteligência da Câmara, Trump Jr. afirmou não ter lembrança da mensagem.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber