Mais lidas
Cotidiano

Astrônomos descobrem dois planetas semelhantes à Terra; um deles pode abrigar vida

.

Astrônomos descobrem dois planetas semelhantes à Terra - Foto: Domínio Público/Reprodução
Astrônomos descobrem dois planetas semelhantes à Terra - Foto: Domínio Público/Reprodução

Um grupo formado por astrônomos de vários países localizou recentemente à distância de 111 anos-luz da Terra um exoplaneta, cujas caraterísticas não excluem a presença de vida.

As novas pesquisas se basearam em dados obtidos através do Observatório Europeu do Sul (ESO) constataram alguns detalhes quanto a esse exoplaneta pouco conhecido. Tal exoplaneta gira ao redor da anã vermelha K2-18 e poderia ser uma versão de maior tamanho da Terra.

Ao todo, os astrônomos descobriram dois planetas que orbitam ao redor dessa estrela na constelação de Leo. Um deles foi descoberto em 2015 e recebeu o nome de K2-18b. No entanto, somente agora os astrônomos começaram a estudá-lo. Encontra-se na zona habitável da sua estrela (mãe), porém pode conter água líquida na sua superfície.

O segundo planeta chama-se K2-18c. Por estar situado muito perto da sua estrela, fica fora da área potencialmente habitável.

Durante as pesquisas, os cientistas concluíram que o K2-18b é um planeta principalmente rochoso com uma pequena atmosfera de gás, como a Terra, mas maior. Além disso, é o planeta que possui água — tem uma camada grossa de gelo na superfície.

"Utilizando os dados que temos, não podemos distinguir entre estas duas possibilidades, mas com o telescópio espacial James Webb (JWST), seremos capazes de explorar o planeta e determinar se tem uma atmosfera extensa ou se é um planeta coberto por água", detalhou o astrônomo Ryan Cloutier, um dos pesquisadores do grupo científico.

As informações são do portal  Phys org

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber