Mais lidas
Cotidiano

Reino Unido e União Europeia chegam a acordo sobre a fronteira irlandesa

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Após uma viagem às pressas da primeira-ministra Theresa May a Bruxelas, o Reino Unido e a União Europeia anunciaram nesta sexta-feira (8) "progressos suficientes" para seguir para a próxima etapa do "brexit".

A principal questão discutida no encontro dizia respeito à fronteira entre a Irlanda e a Irlanda do Norte. A Irlanda é um país europeu, membro do bloco. Já Irlanda do Norte, na mesma ilha, é um território britânico e deve deixar a União Europeia até o fim de março de 2019, seguindo o resto do Reino Unido. Foi decidido que não haverá uma fronteira rígida entre os países.

Quando o "brexit" for concluído, os 500 quilômetros que separam Irlanda e Irlanda do Norte serão a única fronteira terrestre entre União Europeia e Reino Unido. Em tese, os territórios deveriam criar controles de bens e de passaportes -mas essa seria uma questão problemática ali.

Separatistas lutaram por três décadas pela independência da Irlanda do Norte e por sua união com a Irlanda, em confrontos que deixaram 3.600 mortes. O processo de paz de 1998 foi baseado nas garantias de que não haveria nenhuma fronteira entre os países, algo que ficou ameaçado até as negociações desta sexta.

Um dos desafios da primeira-ministra era satisfazer tanto o governo da Irlanda quanto o da Irlanda do Norte -ela é hoje aliada da sigla norte-irlandesa Partido Unionista Democrático.

O porta-voz do governo irlandês disse nesta sexta que este foi "um bom dia para a Irlanda, do norte e do sul".

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber