Mais lidas
Cotidiano

Atirador mata dois alunos em escola de ensino médio nos EUA, diz polícia

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Um atirador matou duas pessoas nesta quinta-feira (7) em uma escola de ensino médio no Novo México, no sudoeste dos EUA, segundo a polícia estadual.

O atirador também morreu, mas não está claro se ele se matou ou se foi morto pelos policiais. Também não há informações sobre a motivação do atirador. Agentes do FBI (polícia federal americana) e da polícia estadual investigam o caso.

A polícia do Novo México informou que não havia relatos de outros feridos e que a escola Aztec High School, em Aztec (a 322 km de Santa Fe), foi esvaziada. Cerca de 900 alunos estudam na instituição.

"As famílias das vítimas foram notificadas imediatamente. Elas estão em nossos pensamentos e orações", afirmou a polícia local em um comunicado.

O presidente da reserva indígena vizinha Nação Navajo, Russell Begaye, disse que todas as escolas da região foram fechadas como precaução. "É trágico quando nossos filhos são atingidos de forma violenta, especialmente nas escolas", disse Begaye.

Aztec é uma comunidade rural com cerca de 6.500 habitantes no noroeste do Novo México. Sua rua principal é repleta de antigos prédios de tijolos com mais de cem anos.

TIROTEIOS

O incidente é mais um envolvendo armas de fogo nos Estados Unidos neste ano.

Em novembro, um atirador matou 26 pessoas em uma igreja batista em uma pequena cidade no interior do Texas e se matou durante a perseguição policial. Ele tinha passagem por uma instituição psiquiátrica.

Dias antes, três pessoas foram assassinadas em uma loja do Walmart no Colorado.

Em outubro, 58 pessoas foram mortas enquanto assistiam a um show de música country em Las Vegas por um atirador posicionado em um hotel. Mais de 500 pessoas ficaram feridas. Stephen Paddock foi encontrado morto pelos policiais dentro do hotel.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber