Mais lidas
Cotidiano

Aluno fica só de cueca em sala de aula durante prova para manifestar indignação contra professora

.

Um aluno de tradicional colégio da cidade de Cornélio Procópio (norte do Paraná) achaou uma forma inusitada nesta semana para protestar contra uma professora depois que a educadora adotou algumas medidas para evitar que ela burlasse regras e usasse escutas eletrônicas e outras artimanhas para realizara prova.

Ao determinar quer o estudante sentasse em outra carteira, mais perto da mesa dela para ser melhor observado, o aluno não hesitou para tirar a roupa e ficar apenas de cueca dentro da sala de aula e ao lado da professora. A atitude chocou a educadora e os demais alunos, que se sentiram ofendidos.

O estudante alegou que tomou a decisão como forma de protesto porque estaria sendo 'constrangido' pela educadora. De imediato, o diretor do colégio solicitou a presença da Polícia Militar (PM) no estabelecimento de ensino para que fosse registrado um boletim de ocorrência referente ao fato e que este fosse constado em ata, tal como no histórico escolar do aluno.

A direção da escola acrescentou que em outras ocasiões o mesmo aluno já teria se envolvido em situações similares. Não houve a necessidade da intervenção dos policiais, pois quando os PMs chegaram ao estabelecimento encontraram o rapaz já com as roupas.

A direção da escola e a professora foram orientados a procurar a Polícia Civil portando o Boletim de Ocorrência elaborado pela PM para dare andamento a uma possível ação criminal em desfavor do aluno.

Versão do estudante
O estudante argumentou que tirou a roupa para tentar criar uma situação impactante e explicar à professora que não portava escutas ou outro objetos para obter vantagem durante a realização da prova.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber