Mais lidas
Cotidiano

Viga cai e fere motorista durante resgate a carreta entalada em SP

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Um motorista de um caminhão-guindaste teve o braço dilacerado no momento em que tentava retirar uma carreta entalada sob um viaduto de Guarulhos (Grande São Paulo), na manhã desta terça-feira (5).

O acidente ocorreu na avenida Guarulhos, na altura do número 2.420, por volta das 6h. Segundo o Corpo de Bombeiros, uma estrutura de aço, conhecida como "viga de sacrifício", caiu sobre a cabine do guindaste e atingiu o braço do motorista, no instante em que ele fazia movimentos para retirar a carreta presa ao viaduto.

A suspeita da perícia é de que a viga, que protegia o viaduto e informava a altura máxima que um veículo precisa ter para passar com segurança no local, se soltou após a colisão da carreta, ocorrida por volta das 3h desta terça. O motorista que causou o acidente não se feriu.

Os bombeiros resgataram o guincheiro, que foi levado pelo helicóptero Águia, da Polícia Militar, para o Hospital Geral de Guarulhos. Ele não corre risco de morrer, segundo informou os bombeiros.

Os dois sentidos da via ficaram bloqueados até as 14h50 e não causaram reflexos significativos no trânsito, segundo a prefeitura de Guarulhos.

De acordo com a Secretaria de Transportes e Trânsito de Guarulhos, o motorista causador do acidente foi multado em R$ 195,23. A infração é considerada grave, com perda de cinco pontos na carteira de habilitação. Ele também será o responsável por arcar com os custos de reparação do viaduto.

A altura máxima para a passagem de veículos sob o viaduto é de quatro metros. Uma perícia foi realizada no local e verificará qual é a metragem exata da carreta que provocou o acidente.

A viga de sacrifício foi instalada pela CCR Nova Dutra, para assegurar a integridade estrutural da rodovia presidente Dutra, que passa acima da avenida Guarulhos.

MORTE SOB VIADUTO

Em novembro, a juíza Adriana Nolasco da Silva, 46, morreu após o seu carro ser atingido por uma estrutura de concreto que se soltou do viaduto da Fepasa, na avenida do Estado, região central de São Paulo.

A causa foi um caminhão com excesso de altura que se chocou com a parte de baixo da estrutura. Fragmentos caíram sobre o Honda CRV da magistrada, que teve o crânio fraturado. O motorista dela saiu ileso, assim como o caminhoneiro.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber