Mais lidas
Cotidiano

Polícia identifica suspeito após ameaça de atentado a faculdade da USP

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A polícia de São Paulo identificou o suspeito de fazer nesta segunda-feira (4) uma ameaça de atentado à FFLCH (Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP), segundo a faculdade. Apesar do teor da mensagem da ameaça, as atividades seguem normalmente na unidade da USP.

Em e-mail enviado na manhã desta segunda, com o assunto "Eu já estou contando as balas", o suspeito dizia que apareceria na faculdade trajando touca ninja e portando duas pistolas de calibre 9 mm, para "matar o maior número de viados, travestis, esquerdistas e feministas que aparecer na minha frente".

Além disso, ameaçou jogar ácido sulfúrico no rosto de uma funcionária da seção de alunos de letras, disse que cometeria suicídio na sequência e jurou lealdade ao grupo terrorista Estado Islâmico.

O ataque seria motivado, segundo o texto, pela expulsão de membros da Frente Integralista Brasileira por alunos da faculdade de Letras, no último dia 29. O movimento é de caráter conservador nacionalista e religioso.

Em comunicado assinado pela diretora da FFLCH, Maria Arminda do Nascimento Arruda, a faculdade diz que, após o relato do episódio à Superintendência de Segurança da USP e o seguinte acionamento das autoridades policiais, o suspeito foi identificado. Procurada, a Secretaria da Segurança Pública ainda não informou quais as medidas tomadas em relação à ameaça.

As atividades acadêmicas seguem em curso nesta segunda -nenhuma foi ou será suspensa. A Segurança da Cidade Universitária afirma estar atenta a qualquer movimentação suspeita, com vigilantes em alerta e ronda ostensiva da guarda universitária na unidade da FFLCH.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber