Mais lidas
Cotidiano

Em meio a protestos, Honduras espera retomar contagem de votos

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Honduras espera retomar neste domingo (3) a contagem de votos para definir o ganhador da eleição presidencial, realizada na semana passada. A apuração da disputa entre o atual presidente, Juan Orlando Hernández, e o opositor Salvador Nasralla tem forte suspeita de fraudes.

Neste sábado, o governo determinou toque de recolher como resposta aos protestos que tomaram o país nos últimos dias. Ao menos uma pessoa morreu e 20 ficaram feridas nas manifestações. A polícia contabiliza quase 200 presos.

Segundo o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), David Matamoros, era esperado um encontro com as lideranças da oposição para discutir as denúncias de irregularidade na contagem de votos.

Matamores pretende fechar um acordo entre o governo e os opositores, que alegam haver inconsistências em registros de votação, como erros na soma de votos, rasuras e ausência de assinaturas.

No sábado (3), Nasralla defendeu a convocação de novas eleições, desta vez organizadas por um órgão eleitoral internacional. "Aqui não há condições de garantir eleições justas", disse.

A atuação de Juan Orlando Hernández é questionada pela oposição desde a sua candidatura. Ele só concorreu devido a uma sentença da Suprema Corte que contraria a Constituição hondurenha -a Carta veda a reeleição consecutiva para o cargo de presidente.

PAPA PEDE PAZ

O papa Francisco manifestou neste domingo sua esperança de que Honduras consiga encontrar uma solução para a crise que vive desde a eleição.

"Em minhas orações também me recordo especialmente do povo de Honduras para que possa superar de forma pacífica o atual momento de dificuldade", disse o pontífice argentino durante a oração do Ângelus, já de volta ao Vaticano após sua viagem a Mianmar e a Bangladesh.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber