Mais lidas
Cotidiano

Autora portuguesa recusa Oceanos, citando 'prêmio' literário entre aspas

.

MAURÍCIO MEIRELES

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A escritora portuguesa Maria Teresa Horta recusou o prêmio Oceanos de literatura, em carta enviada aos organizadores do troféu e post em sua página do Facebook. Ela foi classificada em quarto lugar, empatada com "Simpatia pelo Demônio" (Companhia das Letras), de Bernardo Carvalho. Ela foi eleita pelo livro "Anunciações".

"Venho comunicar-vos o meu repúdio da classificação - 4º. lugar ex-aequo com Bernardo Carvalho - e respectivo 'prêmio' pecuniário", escreveu ela na carta.

"Faço-o por respeito pela Literatura, por respeito pelas minhas leitoras e os meus leitores, e sobretudo pelo respeito que devo a mim própria e à minha já longa obra."

Com a recusa, os R$ 15 mil que a autora receberia, o prêmio em dinheiro será todo entregue a Carvalho.

De acordo com a curadora do Oceanos, Selma Caetano, o júri fez três votações para tentar desempatar a quarta colocação, mas o resultado foi sempre o mesmo.

"O regulamento manda que tentemos desempatar por todas as formas. Fizemos todas as previstas e não conseguimos. Por isso resolvemos respeitar o desejo do júri", afirma ela, acrescentando que não entendeu muito bem os motivos. "Aceitamos a recusa e continuamos respeitando muito a obra dela".

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber