Mais lidas
Cotidiano

Mulher denuncia ex após ser empurrada de penhasco no Paraná

.

Mulher ainda se recupera dos ferimentos. Foto: Reprodução/RPC
Mulher ainda se recupera dos ferimentos. Foto: Reprodução/RPC

Uma moradora de Curitiba de 51 anos decidiu procurar a polícia para denunciar uma tentativa feminicídio ocorrida há cinco meses, no Paraná. A vítima revelou que foi empurrada de um penhasco, de uma altura de quatro metros, na Serra da Graciosa. O suspeito tem 41 anos, é casado e a esposa está grávida. Ele foi preso na terça-feira (28).

A mulher, que pediu para não ter o nome divulgado, disse que mantinha um relacionamento há 1 ano com o suspeito. Ela decidiu questioná-lo após descobrir que ele era casado e chegou a dizer que contaria tudo para a esposa sobre o caso extraconjugal. A partir desta conversa, a mulher disse que foi ameaçada por ele se acaso revelasse o relacionamento. 

Para a polícia, ela contou que o namorado a convidou para um passeio noturno pela Estrada da Graciosa. Ele sugeriu tirar fotos dela em uma ponte e com o pretexto de que iria arrumar a pose dela, deu um empurrão. 

A mulher caiu do penhasco e disse que se fingiu de morta por meia hora até o homem ir embora. Depois, mesmo ferida, conseguiu subir o penhasco e pedir ajuda. Ela foi socorrida por um motorista que avisou a polícia.

Depois de ficar internada e fazer tratamento por cinco meses, a vítima decidiu procurar a polícia, no início deste mês, por se sentir ameaçada. O suspeito, preso em caráter preventivo, alega que era chantageado e extorquido. Ele também afirma que o que aconteceu foi um acidente.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber