Facebook Img Logo
Mais lidas
Cotidiano

Estupros crescem 15% e homicídios caem 23% no mês de outubro em SP

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O Estado de São Paulo registrou, em outubro deste ano, novo aumento nos registros de estupro e, por outro lado, nova queda nos homicídios dolosos (intencionais). As informações são da Agência Brasil.

De acordo com os dados divulgados pelo governo paulista na tarde desta segunda (27), o aumento nos crimes sexuais foi de 15% no mês passado, em comparação ao mesmo período do ano passado. Em números absolutos eles passaram de 951 para 1.094 casos. É a sétima alta não consecutiva do ano. No acumulado no ano, os casos registrados nos primeiros dez meses passaram de 8.344 para 9.142 estupros -o que representa uma elevação de 9,6%.

Para o secretário da Segurança Pública, Mágino Alves Barbosa Filho, esse crescimento pode ser um aumento no número de registros, que as vítimas tiveram coragem de procurar a polícia, e não necessariamente uma elevação quantidade de crimes cometidos.

Um termômetro disso, segundo ele, é uma campanha lançada há dois meses em São Paulo que estimula as mulheres atacadas nos meios de transporte denuncie seus casos. O secretário disse que esse tipo de registro cresceu 45%, mas, sem apresentar números absolutos.

"Isso é sinal de que as mulheres, com razão, estão procurando noticiar esse tipo de prática para que a gente possa combater com mais eficiência com mais efetividade", disse.

Já os assassinatos passaram de 355 vítimas para 272 no mês de outubro deste ano, em comparação com 2016, uma queda de 23,4%. Essa é a maior redução registrada no Estado de São Paulo desde o final de 2013, quando o a queda foi de 25%. D mesma forma, é a sétima alta não consecutiva do ano.

No acumulado entre janeiro a outubro, o número de vítimas foi de 3.028 para 2.868. Essa redução leva o Estado para um índice de 8,05 casos por grupo de 100 mil habitantes.

Além dos crimes de homicídio, São Paulo teve queda em praticamente todos os indicadores. O roubo de carga, por exemplo, teve uma redução de 2% -fora de 865 para 848. No acumulado do ano, porém, esse tipo de crime mantém uma alta 12,6%. São 8.888 registrados nos primeiros dez meses de 2017, contra 7.892 comunicados no mesmo período do ano passado.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

mais notícias

Últimas de Cotidiano

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber