Mais lidas
Cotidiano

Polícia prende assassino de comerciante

.

Um homicídio consumado e tentado foi esclarecido na manhã de quarta-feira (22), durante uma ação conjunta realizada pela Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Curitiba e a Delegacia de Paiçandu. Um rapaz, de 22 anos, foi preso pela polícia na favela da Vila Nova, bairro Alto Boqueirão, capital, suspeito do crime. 

A polícia chegou até o jovem após uma sequência de investigações realizadas pela Delegacia de Paiçandu, que solicitou o apoio da DHPP para o cumprimento do mandado de prisão expedido contra o investigado. O homem residia em Curitiba há cerca de dois anos.

Os fatos aconteceram no dia 29 de outubro de 2015, em uma mercearia situada no bairro Parque Ouro Verde. Investigações apuraram que o homem entrou no local efetuando diversos disparos de arma de fogo contra o comerciante do estabelecimento e sua esposa. Sebastião Alves Pego, 55 anos, foi morto com um tiro no tórax. Já a companheira da vítima, uma mulher, de 49 anos, foi atingida na perna e abdômen, mas sobreviveu aos ferimentos. Após o crime o suspeito teria fugido em um Voyage preto. A motivação do crime se deu porque a vítima havia instalado câmeras de monitoramento em seu estabelecimento. 

Ao colocar o circuito de segurança, o suspeito teria pedido para que Sebastião retirasse as câmeras, e ele não o fez, motivo pelo qual cometeu o crime.“Temos a informação que o suspeito não queria as câmeras de monitoramento por traficar na região”, conta o delegado-titular da DHPP, Fabio Amaro.

O homem responderá pelo crime de homicídio consumado e tentado e aguarda preso à disposição da Justiça. O suspeito será encaminhado para o município de Paiçandu nos próximos dias.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber