Mais lidas
Cotidiano

Presidente iraniano diz que Estado Islâmico foi derrotado

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O presidente do Irã, Hassan Rowhani, declarou o fim do Estado Islâmico nesta terça-feira (21), enquanto a Rússia disse que o confronto na Síria está perto do fim.

"Com a ajuda de Deus e a resistência das pessoas na região, hoje podemos dizer que este mal foi retirado da mente das pessoas ou foi bastante reduzido", disse Rowhani em pronunciamento transmitido pela televisão estatal. "É claro que alguns combatentes irão continuar, mas a fundação e as raízes foram destruídas."

O general Qassem Soleimani, da Guarda Revolucionária do Irã, também declarou o fim do Estado Islâmico em mensagem enviada ao líder supremo do país nesta terça-feira, que foi publicada no site de notícias da força, o Sepah News.

Vídeos e fotos de Soleimani, que comanda o braço da Guarda Revolucionária responsável pelas operações fora do Irã, na linha de frente de batalhas contra o Estado Islâmico no Iraque e na Síria têm sido publicados frequentemente pela mídia iraniana nos últimos anos.

Também nesta terça (21), o chefe do Estado-Maior do exército russo, Valeri Guerasimov, disse que "fase ativa da operação militar" na Síria, onde o Exército russo intervém em apoio ao regime de Bashar al-Assad, está perto de terminar.

"Embora reste toda uma série de problemas, esta etapa chega à sua conclusão lógica", declarou ele durante uma reunião na cidade russa de Sochi com líderes militares do Irã e da Turquia. Na quarta, haverá um encontro entre os presidentes dos três países na cidade.

As declarações de Rússia e Irã são um novo revés para o Estado Islâmico, que já perdeu a maior parte do território que chegou a ter na Síria e no Iraque. Nos últimos meses, foram retomadas as principais cidades da região, como Deir Ezzor e Raqqa, na Síria, e Al-Qaim e Mossul, no Iraque.

O grupo atualmente está presente em apenas algumas áreas afastadas e já não controla nenhuma cidade na região.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber