Mais lidas
Cotidiano

'Achava que a profissão era muito mais oba-oba', diz Camila Rodrigues

.

CRIS VERONEZ

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - É com bom humor que a atriz Camila Rodrigues, 34, diz que não pretende se casar com o namorado, Ighor Payola, diretor de negócios de uma empresa de marketing do Rio.

"Casamento na igreja nem o padre ou pastor vai aceitar. Vou ter que trocar de religião [risos]. Já foram duas vezes de noiva. Vou entrar com que cor agora? Não vai rolar. Casamento de véu e grinalda acho que já deu", diz ela.

"Eu falo tudo isso, mas pode ser que vá tudo por água abaixo no ano que vem e eu case vestida de noiva", brinca.

Rodrigues foi casada com o ator Bruno Gagliasso por dois anos e com o empresário Roberto Costa por quatro anos.

Aos 34, a atriz afirma também que já acreditou em príncipe encantado, mas que hoje não mais. Para ela, "parceria e amizade é que formam a base" de seu relacionamento atual.

"Nós dois nos bastamos para ir jantar, para tomar uma cerveja, para ir viajar. Amamos os amigos, mas a amizade entre eu e ele é o principal. Às vezes até esquecemos que somos namorados. A gente senta em algum lugar e conversa tanto, que até esquecemos de dar um beijinho."

A parceria entre os dois também foi responsável por modificar a rotina de exercícios da atriz. Acostumada a ver o namorado indo para a academia e mantendo um boa alimentação, ela resolveu aproveitar para fazer o mesmo.

"Não gosto muito de academia. Gosto de comer bem, de sair para restaurantes e beber com os amigos, adoro doce. Mas agora foquei. Estou acordando às seis da manhã para fazer crossfit. Não sei o que está acontecendo [risos]", diz

AMADURECIMENTO

Camila Rodrigues estreou na TV em 2005, interpretando a personagem Mariana, de "América" (Globo). De lá para cá, muita coisa mudou. Ela, que assume ter se iludido um pouco com a profissão, garante que hoje é muito mais madura, e que precisou passar por tudo o que passou para ter a consciência que tem hoje.

"Antigamente eu achava que a profissão era muito mais oba oba. Agora eu respeito muito mais, estudo, me dedico, pago por fora, faço coach. Acho que eu dei uma pirada no início, sim. Era muito nova, tinha 20 anos e fiz uma novela do horário nobre da Globo, sendo irmã da protagonista", diz.

"Mas eu precisava passar por isso para hoje estar aqui feliz e entendendo respeitando o que eu faço. Tenho certeza que tive uma segunda oportunidade tanto na minha carreira como ser feliz na minha vida."

Atualmente, Rodrigues está no ar como Carmona, na novela "Belaventura", da Record, e como a rainha egípcia Nefertari, na reprise de "Os Dez Mandamentos", também da emissora.

Sobre a trama bíblica que narra a história de Moisés, exibida originalmente entre 2015 e 2016, diz que foi o seu "trabalho mais importante". "Foi a virada da minha carreira. Acho que as pessoas acreditaram no meu trabalho. E eu também gostei do que fiz. Foi um divisor de águas na minha vida."

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber