Mais lidas
Cotidiano

Julianna Margulies, de 'The Good Wife', acusa Steven Seagal de assédio

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A atriz Julianna Margulies, 51, que recentemente interpretou a advogada Alicia Florrick, na série "The Good Wife", afirmou ter sofrido assédio do ator Steven Seagal, 65.

De acordo com o site da revista "Hollywood Reporter", a atriz deu uma entrevista, na sexta-feira (3), ao programa de rádio "Just Jenny", no qual recordou quando uma diretora de elenco a convidou para se encontrar com Seagel no meio da noite. Na época, a atriz tinha apenas 23 anos e estava no começo da carreira.

"Eu cheguei ao hotel por volta das 22h40, e a diretora não estava lá. Ele estava sozinho e fez questão de que eu visse que ele estava armado. Eu nunca tinha visto uma arma de verdade antes", contou a atriz.

"Eu não fui estuprada e nunca me machucaram. Não sei como consegui sair daquele quarto de hotel", acrescentou.

Margulies disse, ainda, que passou por situação parecida alguns anos mais tarde com o produtor Harvey Weinstein. A atriz de "The Good Wife", então, se lembrou do ocorrido com Seagal e respondeu que não iria sozinha a uma reunião com o produtor.

"Por causa da minha experiência com Steven Seagal naquele quarto de hotel, eu me recusei a encontrar com Weinstein quando uma assistente dele me disse que 'provavelmente eu teria um teste de cena'", afirmou.

Em outra ocasião, ela disse ter ido até o quarto de Weinstein, que vestia um roupão. Por não estar sozinha, ela escapou.

"A assistente dele disse que ia me deixar no hotel, e eu respondi que não iria me reunir com Weinstein sozinha. Percebi como ela começou a ficar tensa. Dizia para eu não ser teimosa, porque daria tudo certo", declarou.

"Eu a obriguei a ir comigo à reunião. Pude ver que tinha velas no quarto e jantar para duas pessoas. Também percebi que ele olhava feio para ela. Ele se virou para mim, furioso, e afirmou que 'só queria me dizer que fiz um bom teste'. E bateu a porta. Não preciso dizer que não fiquei com o papel", completou.

Weinstein é acusado por dezenas de mulheres de assédio, incluindo atrizes como Ashley Judd, Rose McGowan e Lupita Nyong'o. Ele foi demitido da própria produtora e banido da Academia do Oscar.

A acusação de assédio também chegou a outros nomes de Hollywood nos últimos dias. Astro da série "House of Cards", Kevin Spacey foi acusado pelo ator Anthony Rapp de ter sido assediado quanto tinha 14 anos, em 1986.

Por causa das denúncias, a Netflix retirou Spacey da série e cancelou um filme protagonizado pelo ator que estrearia na plataforma nos próximos meses.

Dustin Hoffmann e Giuseppe Tornatore, diretor de "Cinema Paradiso", também são acusados de assédio.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber