Cotidiano

Educadoras são suspeitas de agredir crianças em creche 

Da Redação ·
As duas suspeitas foram afastadas de suas funções. Foto: Reprodução/RPC
As duas suspeitas foram afastadas de suas funções. Foto: Reprodução/RPC

Duas educadoras de uma creche foram afastadas de suas funções após suspeitas de agressão, em Rondon, no noroeste do Estado. Segundo a Polícia Militar, um boletim de ocorrência por maus-tratos foi registrado na segunda-feira (30). O caso foi encaminhado para a Delegacia de Cidade Gaúcha, que é a responsável pelas investigações de Rondon. 

continua após publicidade

A Secretaria Municipal de Educação informou que foram instaladas câmeras na unidade para apurar o fato após suspeitas. As imagens gravadas comprovaram que as profissionais estariam agredindo crianças fisicamente e psicologicamente. A creche atende crianças com idades entre dois e três anos. 

Conforme informações da secretaria, as duas trabalham há um ano e meio. Um processo administrativo foi instaurado para apurar a conduta das duas servidoras, que estão em estágio probatório. Dependendo do resultado da apuração, a secretária de Educação informou que o procedimento pode levar à demissão. 

continua após publicidade

Os pais tomaram conhecimento da denúncia em uma reunião com a direção. Um deles chegou a afirmar que percebeu mudanças no comportamento do filho. 

Após assistir as imagens gravadas pelas câmeras de segurança, o delegado responsável pelo caso disse que deve indiciar as duas por tortura física e psicológica. Ele explicou que não pediu a prisão das suspeitas porque entende que as duas não oferecem mais riscos, já que foram afastadas da escola.