Cotidiano

Mãe de bebê encontrado morto em pedreira é presa 

Da Redação ·
Corpo do bebê foi enterrado em uma pedreira desativada. Foto: Arquivo pessoal
Corpo do bebê foi enterrado em uma pedreira desativada. Foto: Arquivo pessoal

A Polícia Civil prendeu a mãe do bebê encontrado morto na quinta-feira (26), em uma pedreira desativada, no município de Itaperuçu, na região metropolitana de Curitiba. Luzia Kuiava foi detida após prestar depoimento na delegacia. A polícia desconfia da versão dada por ela e pelo marido Rafael Kuiava, que estava foragido da Colônia Penal Agrícola.

continua após publicidade

Segundo a polícia, enquanto a mulher prestava esclarecimentos, um mandado de prisão temporária foi expedido pelo Fórum de Rio Branco do Sul.

O bebê era procurado pelo Serviço de Investigação de Crianças Desaparecidas (Sicride) por suposto sequestro. Contudo, a polícia decidiu investigar a família após receber uma denúncia anônima. A mulher foi procurada ainda no trabalho e confessou que a criança estava morta. De acordo com ela, o bebê se afogou durante o banho. Como o marido dela era foragido da cadeia, os dois decidiram ocultar o cadáver. 

continua após publicidade

Contudo, a versão contada não convenceu a polícia. A delegada Iara Dechiche disse que os pais são frios e não esboçam sentimento quando falam sobre a morte de Heitor. Há também informações repassadas pelo Ministério Público (MP) de que a chorava muito e tinha marcas de agressão pelo corpo. Um laudo do Instituto Médico Legal (IML) poderá confirmar se a versão do casal é verídica. 

(Com informações da Banda B)