Cotidiano

Professor afirma que há duas quadrilhas agindo na UEL; prefeitura do campus nega

Da Redação ·
Campus da UEL - PM não tem registro de crimes no campus - Foto - Agência UEL
Campus da UEL - PM não tem registro de crimes no campus - Foto - Agência UEL

O diretor do Centro de Educação Física e Esporte (Cefe) da Universidade Estadual de Londrina (UEL), Prof. Dr. Helio Serassuelo Junior,  assinou mensagem que está circulando pelo WhatsApp com a informação de que a Prefeitura do Campus Universitário, juntamente com a Polícia Militar (PM) "detectaram que há duas quadrilhas de assaltantes especializadas agindo dentro da UEL". A prefeitura do campus, entretanto, negou a informação sobre quadrilhas. 

continua após publicidade

O diretor do Cefe confirmou a mensagem  na noite de segunda-feira (23) e acrescentou que o assunto foi discutido em uma reunião. Mas o portal Bonde entrou em contato com o prefeito do campus Dr. Dari de Oliveira Toginho Filho, que afirmou não ter informação sobre quadrilhas, mas confirmou que houve um aumento nas estatísticas de ocorrências relacionadas a furtos de veículos e de objetos em veículos dentro da UEL. 

A direção da UEL alerta que é importante evitar a circulação no campus durante os finais de semana. Caso seja preciso ir à universidade nesses dias, é importante evitar andar sem a companhia de alguém. 

continua após publicidade

De acordo com o tenente Emerson Castro Presley, porta-voz do 5º Batalhão da Polícia Militar de Londrina, não há registros no sistema sobre crimes dentro do campus da UEL. "Pode ser que as vítimas tenham ido direto no Distrito Policial ou que não tenham comunicado a PM." 

Veja na íntegra a mensagem que está circulando no WhatsApp: 
"A Prefeitura do Campus, juntamente com a Polícia Militar de Londrina, detectaram que há duas quadrilhas de assaltantes especializadas agindo dentro da UEL. 

Ultimamente os casos de roubos e assaltos à mão armadas tem aumentado significativamente, portanto, a Direção volta a reforçar da importância de evitar a circulação durante os finais de semanas, evitar deixar que alunos venham sozinhos para os laboratórios, visto que, a segurança nestes dias é precária. 

continua após publicidade

A Direção solicita ainda que durante a semana todos mantenham a vigilância e o cuidado, tanto com as salas de laboratórios, quanto a sua própria segurança (atenção ao estacionar e ao sair com seu veículo). 

A Segurança da UEL e a polícia Militar estão agindo para que a segurança de todos não sejam expostas ao risco. 

Contamos com a colaboração de todos. 

continua após publicidade

Att., 

Prof. Dr. Helio Serassuelo Junior, 

Diretor do CEFE." 

As informações são doportal Bonde (jornalistas Fernanda Circhia e Marina Gallo)