Cotidiano

Estudantes paranaenses criam aplicativo de celular com alerta de pânico para vítimas de abuso sexual

Da Redação ·
Alunas esperam ajudar vítimas de abuso através de aplicativo. (FOTO - REPRODUÇÃO/RPC Paraná)
Alunas esperam ajudar vítimas de abuso através de aplicativo. (FOTO - REPRODUÇÃO/RPC Paraná)

Duas meninas de 13 e 14 anos, Eduarda Rossi e Lara Prado, estudantes de uma escola de Curitiba, no Paraná apresentaram na última semana, em uma feira de ciências, um aplicativo de celular para ajudar mulheres vítimas de abuso sexual.

O sistema funcionaria com um alerta de pânico, onde ao se sentir ameaçada, a mulher acionaria o serviço clicando na tela do celular. Através do comando uma mensagem de texto que pode ser configurada e até a localização da vítima seria encaminhada aos seus contatos cadastrados.

continua após publicidade

Para apresentar o projeto, as estudantes fizeram uma intensa pesquisa que durou três meses e foram a campo, visitando Delegacias da Mulher, para conhecer as principais problemáticas.

O programa ainda não está disponível para download, mas a ideia é que em breve esteja acessível à todos.