Mais lidas
Cotidiano

Praça Princesa Isabel ganhará quadra poliesportiva e área para food trucks

.

GUILHERME SETO

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A gestão João Doria (PSDB) divulgou nesta segunda-feira (23) um projeto de reforma da praça Princesa Isabel, no centro de São Paulo. A obra será realizada pela seguradora Porto Seguro, que fará investimento de cerca de R$ 1 milhão no projeto. A inauguração da praça renovada está prevista para 25 de janeiro, aniversário da cidade.

O projeto prevê a construção de uma quadra poliesportiva com alambrado e refletores; academia ao ar livre; mesas de jogos de tabuleiro; mesas para piquenique; playground; cercado para cachorros; local para apresentações artísticas; espaço para feira de artesanato; área para food trucks; pista de corrida; além de bancos de concreto, lixeiras, bebedouros e sistema de iluminação. Além disso, uma base da Polícia Militar será instalada permanentemente na praça.

Nesta segunda (23), Doria pediu também a colocação de câmeras de segurança na praça, o que foi acatado pela empresa. As obras devem começar nas próximas semanas.

"A Porto Seguro é a empresa com maior investimento na recuperação dessa área da cidade (...) O investimento será totalmente suportado pela Porto Seguro, sem qualquer contrapartida a não ser solidariedade e cidadania", disse o prefeito.

"É um resgate do que a praça já foi. A gente partiu de um conceito de manter todos os canteiros e caminhos existentes e acrescer elementos urbanos para uso da população", disse Renato Siqueira, arquiteto do escritório Triplo R, que tocará as obras.

Fabio Luchetti, presidente da Porto Seguro, destacou que a reforma da praça faz parte de um programa mais amplo de intervenções feitas pela empresa na região de Campos Elísios.

"É um compromisso que a Porto Seguro tem com a região, pois estamos lá há 40 anos. A empresa tem mais de 15 mil colaboradores, sendo que cerca de 10 mil deles se direcionam para a região (...) Para nós, é importante contribuir para que haja maior zeladora. A gente entende que tem que devolver um pouco com o que a gente se beneficia", afirmou.

A empresa tem cerca de 20 prédios no bairro e, por meio de seu instituto, criou uma associação de moradores e comerciantes. Em 2016, lançou um aplicativo para que moradores e comerciantes da região reportem problemas ligados à conservação, manutenção e limpeza da região.

CRACOLÂNDIA

Em maio, a praça Princesa Isabel passou a receber grande fluxo de usuários de droga após megaoperação da prefeitura na alameda Dino Bueno, ganhando a alcunha de "nova cracolândia". Pouco depois, após ação na praça Princesa Isabel, os usuários passaram a se concentrar na alameda Cleveland.

Nesta segunda (23), Doria disse que o problema de tráfico de drogas foi praticamente eliminado na praça.

"É um trabalho contínuo, permanente, em toda essa região, em especial no eixo da rua Helvetia com a alameda Dino Bueno. Não há mais um shopping center de drogas que durante 22 anos ocupou a região e se transformou em um símbolo muito negativo para a cidade"

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber