Mais lidas
Cotidiano

Rio Claro proíbe servidores da saúde de usar celular durante o expediente

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A prefeitura de Rio Claro (173 km de São Paulo) proibiu os servidores e prestadores de serviços das unidades de saúde de usarem celulares e tabletes durante o expediente.

A lei municipal, aprovada pelos vereadores e publicada no Diário Oficial na última sexta-feira (20), já entrou em vigor.

O prefeito Teixeira Junior disse que a medida tem como objetivo agilizar o atendimento às pessoas que procuram as unidades de saúde da rede municipal.

A fiscalização será feita pelos chefes de cada unidade de atendimento de saúde da cidade. Quem descumprir a lei poderá receber desde advertência até ser exonerado do cargo.

Com isso, o uso dos celulares e tablets será permitido apenas nos casos em função do trabalho ou se houver consentimento do superior.

"O servidor público muitas vezes tem o andamento do seu trabalho na saúde atrapalhado pelo telefone celular de uso pessoal, especialmente com as redes sociais. A norma visa melhorar o expediente", disse Djair Francisco, secretário municipal da Saúde.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber