Cotidiano

Dia Mundial da Alimentação promove conscientização sobre hábitos saudáveis

Da Redação ·
A agricultura familiar é a melhor alternativa para consumo de alimentos saudáveis.  (Foto: ARQUIVO)
A agricultura familiar é a melhor alternativa para consumo de alimentos saudáveis. (Foto: ARQUIVO)

Desde 1981 é celebrado nesta data (16/10) o Dia Mundial da Alimentação, criado pela Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO). Com o objetivo de promover a conscientização sobre práticas e hábitos saudáveis, a Secretaria de Saúde realiza hoje uma videoconferência para discutir o tema. O evento é aberto ao público e ocorre no Auditório Anne Marie, na sede da Secretaria de Estado da Saúde, em Curitiba. 

continua após publicidade

“A Secretaria de Estado da Saúde tem trabalhado fortemente sobre este tema com a população, com ações educativas e de conscientização. A agroindústria familiar é a principal forma de produção de alimentos para consumo interno no país. Fomentar esse processo é fundamental para que possamos acabar com a falta de alimentos de maneira a preservar os recursos naturais”, destacou o diretor do Centro Estadual de Vigilância Sanitária, Paulo Costa Santana. 

O tema do encontro aborda a proposta da FAO para o Dia Mundial deste ano: ‘Mude o futuro da migração. Investir na segurança alimentar e no desenvolvimento rural’. No evento, profissionais da saúde, da vigilância de alimentos, representantes de classes, agricultores e a sociedade civil poderão debater sobre o assunto, além de assistirem a palestras com temas que valorizam a produção de alimentos saudáveis. 

continua após publicidade

DIA MUNDIAL – O objetivo do Dia Mundial da Alimentação é conduzir esforços internacionais para eliminar a fome, destacando as áreas necessárias para o desenvolvimento de ações e o fornecimento de um foco comum em todos os países membros.
Segundo a FAO, o tema deste ano foi escolhido para contribuir para o crescimento econômico e melhorar a segurança alimentar e meios de subsistência rurais, promovendo assim o progresso dos países em alcançar o desenvolvimento sustentável do Milênio.
Dados oficiais do Governo do Estado mostram que atualmente existem 371 mil estabelecimentos rurais no Paraná, dos quais 80% são da agricultura familiar. Desde janeiro deste ano, o Governo do Estado implementou a Resolução SESA nº 004, que normatiza as boas práticas da fabricação de alimentos processados.
Paulo Santana salienta, ainda, que graças a esta resolução é possível aproximar os empreendimentos familiares rurais da formalização, o que proporciona maior segurança econômica aos produtores e garante à população um alimento seguro.