Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Cotidiano

Academia do Oscar expulsa Harvey Weinstein após acusações de assédio

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Acusado de assédio ou estupro por atrizes como Angelina Jolie e Gwyneth Paltrow, o produtor Harvey Weinstein foi expulso da Academia do Oscar neste sábado (14).

A decisão do conselho da academia foi apoiada por mais de dois terços dos 54 membros.

A academia diz buscar não só para separar a imagem de alguém que "não merece o respeito de seus colegas, mas também para passar uma mensagem de que a era da ignorância voluntária e da vergonhosa cumplicidade no comportamento sexualmente predatório e no assédio ao local de trabalho da nossa indústria acabou".

A instituição tem mais de seis mil membros. Para se tornar integrante da instituição é necessário já ter sido indicado ao prêmio em uma das principais categorias ou indicado aos prêmios técnicos e obter mais dois votos de integrantes. Uma vez membro, a pessoa tem direito de voto para a premiação.

Weinstein, considerado um dos nomes mais poderosos de Hollywood, foi acusado de ter cometido abuso sexual contra diversas mulheres. As acusações foram reveladas pelo jornal "The New York Times" e desencadearam sua demissão na empresa que leva seu nome.

O produtor pediu desculpas e reconheceu que "a forma como se comportou com colegas no passado causou muita dor". Mas negou ter cometido crime.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Cotidiano

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber