Mais lidas
Cotidiano

Vaso é vendido por R$ 118 milhões e quebra recorde

.

Vaso da dinastia chinesa Song foi vendido por U$37,7 milhões em Hong Kong - Foto: Reuters
Vaso da dinastia chinesa Song foi vendido por U$37,7 milhões em Hong Kong - Foto: Reuters

Um recorde mundial em leilões de cerâmica foi quebrado nesta terça-feira (3).Um vaso de porcelana de quase 900 anos da dinastia chinesa Song foi comprado pelo equivalente a 37,68 milhões de dólares (R$ 118 milhões) em uma venda da Sotheby's, em Hong Kong.

A pequena peça de cor azul esverdeada superou o recorde anterior, obtido também em um leilão realizado em Hong Kong em 2014, quando uma xícara imperial de 500 anos do período Chenghua, da dinastia Ming, foi comprada por 36 milhões de dólares, relatou a casa de leilões Sotheby's.

O vaso de 13 centímetros, usado para lavar escovas, foi cozido nas famosas fornalhas da dinastia Song do Norte (960-1127 d.C.) em Ruzhou, e foi vendido para um comprador anônimo após uma batalha de lances de 20 minutos.

As peças conhecidas como "Ru guanyao", destacadas por seu brilho azul esverdeado intenso e seu desenho estilo "vidro estilhaçado", são muito raras porque a fornalha de Henan, província do centro da China, teve uma produção curta que só durou cerca de duas décadas.

O vaso da Fundação Chang, do Museu Hongxi, de Taiwan é um de só quatro peças conhecidas de objetos de heranças Ru em mãos particulares. Desde 1940, não mais que seis vasos Ru apareceram em leilões, conforme a especialista em cerâmica Regina Krahl.

"Nos últimos 20 anos tivemos um tipo enorme de influxo de compradores da Chia continental. Estamos enchendo o salão com novos preços, novo interesse, e foi isso que aumentou o preço hoje", afirmou o vice-presidente do conselho da Sotheby's na Ásia, Nicolas Chow, que manteve nacionalidade do comprador no anonimato.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber