Mais lidas
Cotidiano

Confira algumas dicas, que vão além da graduação, para alavancar seu currículo

.

Cursos, especializações, idiomas e até intercambio, são algumas das dicas para dar uma guinada na sua carreira. | Foto - reprodução/Google
Cursos, especializações, idiomas e até intercambio, são algumas das dicas para dar uma guinada na sua carreira. | Foto - reprodução/Google

Em tempos de crise um bom currículo tem se tornado cada vez mais essencial para boas contratações. As empresas estão priorizando profissionais qualificados e com portfólios cheios de atrativos. A faculdade que até pouco tempo era garantia de um bom emprego hoje já não é mais, e para se destacar é preciso investir além.  

A graduação é ainda o pontapé inicial para uma carreira de sucesso, mas é necessário buscar outras formas de capacitação para se manter no mercado de trabalho. Cursos e palestras são sempre bem vindos e dão força ao currículo. Essa é uma boa dica principalmente para quem está desempregado. Saber usar o tempo vago buscando qualificação é visto com bons olhos pelos gestores. Além de aumentar sua rede de contatos, oportunidades como estas trazem conhecimento e mostram que você não ficou “para trás”. Outros exemplos para estar sempre atualizado são os workshops, seminários e treinamentos.

Empregos temporários também são boas oportunidades, além de ser uma chance de almejar algo sólido, no mínimo você terá conquistado novas experiências e movimentado seu currículo enquanto procura algo novo.

Já as especializações são atualmente o grade chamariz. MBA e pós-graduação somam cada vez mais. Se voltarmos a falar sobre os tempos de crise e a grande concorrência, quem tiver esse diferencial provavelmente vai se reposicionar no mercado de trabalho com mais facilidade. Além do que, a qualificação pode ser hoje até um dos requisitos para determinados cargos.

Falar outros idiomas também é imprescindível nos dias atuais. Ter conhecimento de outras línguas facilita a comunicação econômica e política com a empresa. O profissional que domina o inglês, por exemplo, consegue trazer informações sobre o mercado internacional e manter boas negociações com o comércio exterior.

Junto a isso, os intercâmbios também têm sido valorizados. Já que aquele que tem uma bagagem cultural anexada aos demais conhecimentos traz uma perspectiva diferente. O profissional que morou fora geralmente é mais seguro, independente e tem iniciativa. Além disso, o convívio diário com outras pessoas e a rotina de uma vivência em outro país é um treinamento diário para saber exercitar e lidar com os impasses do dia-a-dia.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber