Mais lidas
Cotidiano

Vídeo 'Polícia Politicamente Correta' faz sátira dos direitos humanos

.

Até a publicação desta reportagem, o vídeo tinha 30.850 visualizações. Foto: Reprodução
Até a publicação desta reportagem, o vídeo tinha 30.850 visualizações. Foto: Reprodução

Um vídeo intitulado 'Polícia Politicamente Correta', no canal Hipócritas, no Youtube, trouxe à tona a discussão sobre direitos humanos. O vídeo nada mais é do que uma sátira relacionada à opinião de certos grupos sobre a truculência empregada nas operações policiais. 

Tudo não passa de encenação. No vídeo um ator descreve como foi a ação policial. Ele conta detalhes sobre a operação e como a polícia reagiu ao ser recebida aos tiros pelos bandidos. 

"Tivemos a sorte de pegá-los (os assaltantes) em flagrante enquanto eles cometiam um assalto a residência. Fomos recebidos com tiros de quatro fuzis, revólveres e pistolas. Imediatamente nossos oficiais sacaram suas faixas de 'Jesus de Ama', 'Faça amor não faça a guerra'. Nada disso fez eles retrocederem e tivemos que tomar providências mais drásticas. Eu imediatamente saquei meu megafone, ao som de um piano clássico disparei Imagine, We Are the World. A essa altura já havia policiais baleados", ironiza.

Em determinado trecho o ator chega a mencionar que vários policiais morreram na operação, mas o importante era resguardar a vida dos bandidos. 

"Helicópteros lançavam rosas vermelhas e brancas, celebrando a paz. Graças a Deus foi uma operação sensacional, bem sucedida. Quero dar os parabéns a todos os envolvidos. Infelizmente só eu sobrevivi, outros dois policiais estão em coma. Todos os assaltantes fugiram e estão salvos. Alguns moradores do bairro já ligaram relataram que os assaltantes estão bem e já voltaram a cometer assaltos", conclui. 

Até a publicação desta reportagem, o vídeo tinha 30.850 visualizações. Outro vídeo que aborda tema semelhante, intitulado 'Polícia Violenta', mostra a entrevista de um assaltante agredido por um policial durante a prática do crime. Os posts do canal recebem muitos comentários com observações positivas e negativas. 

Diretos humanos
Todo ser humano, independente de raça, sexo, nacionalidade, etnia, idioma, religião, ou qualquer outra condição, deve ter seus direitos resguardados. Ocorre é que quando usado de forma falaciosa, a ideia de 'direitos humanos' pode ter um sentido equivocado de que o movimento só se preocupa com direito dos bandidos, desprezando os direitos dos demais membros da comunidade. 

Contudo, o movimento de direitos humanos inclui diversas questões como o racismo, exclusão social, trabalho infantil, educação, o acesso à terra ou à moradia, direito à saúde, desigualdade de gênero, dentre outros. 



×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber