Cotidiano

Adolescente diz que ficou acorrentado uma semana em casa no Paraná

Da Redação ·
Conselho Tutelar foi até a casa e encontrou uma corrente presa à geladeira. Foto: Divulgação
Conselho Tutelar foi até a casa e encontrou uma corrente presa à geladeira. Foto: Divulgação

A Polícia Civil de Maringá, no Paraná, investiga uma denúncia registrada por um adolescente de 16 anos, que afirma ter ficado uma semana acorrentado em casa. O jovem diz que o fato aconteceu na casa da mãe. Ele foi encaminhado a um abrigo na terça-feira (13).

continua após publicidade

O Conselho Tutelar foi até o local após a denúncia e encontrou uma corrente presa à geladeira. Ainda conforme relato do conselho, a corrente era longa e permitia acesso ao banheiro e a uma cama. 

O jovem, conforme o Conselho, tem problemas psiquiátricos confirmados pelo Hospital Municipal, que já internou o menino em outra oportunidade. 
A mãe do menor não foi encontrada mas a irmã dele estava no local. Segundo o Conselho Tutelar, ela contou que o menino "surtava" e, por isso, estava sendo acorrentado.
Um boletim de ocorrência será registrado nesta quarta-feira por maus-tratos e negligência.