Mais lidas
Cotidiano

Sob suspeita de abusar de duas crianças, professor de Educação Física é preso

.

Foto: Pixabay/Imagem ilustrativa
Foto: Pixabay/Imagem ilustrativa

Um professor foi preso preventivamente em Londrina (norte do Paraná) sob suspeita de estupro de vulnerável. Segundo a Polícia Civil, duas alunas de uma escola particular situada na zona sul da cidade teriam sido abusadas sexualmentepelo educador. O caso é investigado pelo Núcleo de Proteção à Criança e ao Adolescente (Nucria). O suspeito teria sido preso há pelo menos 10 dias, mas só agora a situação veio a público, conforme Paulo Monteiro, do jornal Nosso Dia

A delegada do Nucria, Lívia Pini, explicou que o caso é tratado sob sigilo total para que as vítimas e as famílias não sejam expostas. "Este professor foi preso sob suspeita de cometer o crime de estupro de vulnerável e permanece detido preventivamente. A medida serve ainda para resguardar a integração física e garantir a segurança do suspeito", detalha a delegada. A polícia suspeita que o educador tenha cometido os abusos no interior do centro infantil de ensino. 

Suspeito nega acusações
Em depoimento à Polícia Civil, o professor, que não tinha antecedentes criminais, negou tudo. "O inquérito policial foi finalizado em dez dias e encaminhado para o Ministério Público. Porém o inquérito policial retornou ao Nucria para que novas diligências sejam realizadas", acrescenta a delegada Lívia Pini.

Tipificação do crime
O Código Penal tipifica o crime de estupro de vulnerável (Artigo 217-A) como hediondo: ter conjunção carnal ou praticar outro ato libidinoso com menor de 14 anos. A pena é de prisão de oito a 15 anos.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber