Cotidiano

Parte de navio que encalhou no litoral do Paraná em 1868 fica exposta com maré baixa

Da Redação ·
 Parte de um navio que encalhou no litoral do Paraná ficou exposta por conta da maré baixa - Foto: Reprodução/ RPC
Parte de um navio que encalhou no litoral do Paraná ficou exposta por conta da maré baixa - Foto: Reprodução/ RPC

Parte do navio Vapor São Paulo, que encalhou na praia de Caieiras, em Guaratuba, no litoral do Paraná, em 1868, ficou para fora do mar neste fim de semana por conta da maré baixa. A ponta de ferro chamou a atenção das pessoas que passavam pela praia.

continua após publicidade

A Prefeitura de Guaratuba detalhou o navio encalhou quando retornava da Guerra do Paraguai com 600 pessoas a bordo e uma delas morreu. A embarcação era de propriedade do comandante Jacinto Ribeiro do Amaral, marido da compositora Chiquinha Gonzaga, a primeira mulher a reger uma orquestra no Brasil.

A maior parte da estrutura de ferro foi vendida para uma metalúrgica de Santa Catarina e o que ficou visível foi o que restou do navio. Alguns moradores da região contam algumas lendas sobre a embarcação, que chamam a atenção dos turistas.