Mais lidas
Cotidiano

Fábrica que poluiu rio e deixou cães azuis é fechada na Índia

.

Autoridades de Bombaim, na Índia, anunciaram nesta semana o fechamento da fábrica responsável por despejar substâncias químicas e corantes no rio Kasadi, onde os animais muitas vezes nadam, em uma área com centenas de indústrias. A decisão foi tomada depois que 11 cachorros ficaram azuis em decorrência da ação de resíduos industriais não tratados.

Ao constatarem o tingimento dos cachorros, moradores de Bombaim procuraram o Conselho de Controle de Poluição do Maharashtra sobre os corantes, conforme jornal local "Hindustan Times". Imagens mostrando os animais vagando pelas ruas com uma pelagem azul brilhante viralizaram nas redes sociais.

Conforme dados catalogados pela ONG Watchdog Foundation através do direito à informação, há 977 fábricas químicas, farmacêuticas, de engenharia e de processamento de alimentos na área industrial de Taloja, localizada fora de Mumbai, segundo o jornal britânico The Guardian".

"Foi chocante ver como o pelo branco do cachorro ficou completamente azul", disse Arati Chauhan, chefe da Unidade de Proteção Animal de Nova Bombaim. "Nós descobrimos quase cinco desses cães aqui e pedimos ao painel de controle de poluição que atue contra essas indústrias".

Chauhan ressaltou que os "poluentes da área industrial de Taloja não apenas contaminam componentes da água afetando os humanos, mas também os animais, pássaros, répteis".


Poluição do ar e da água
Depois de uma investigação, o conselho confirmou que a cor da pelagem dos cães acabou alterada em decorrência da poluição do ar e da água provocada pela indústria.

Uma agência de bem-estar animal conseguiu capturar um dos cães e tirar um pouco da tinta azul de sua pelagem. O grupo constatou que o cachorro não tinha enfermidades ou qualquer outro tipo de problema, além do tingimento.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber