Mais lidas
Cotidiano

Taxistas decidem manter tarifa de R$ 5 por pessoa em protesto contra aplicativos

.

Táxi Solidário estabeleceu o preço das corridas em R$ 5 por pessoa em Curitiba - Foto: Everson Bressan/SMCS
Táxi Solidário estabeleceu o preço das corridas em R$ 5 por pessoa em Curitiba - Foto: Everson Bressan/SMCS

Em mais um capítulo do embate contra o Uber e o Cabify, taxistas de Curitiba se reuniram, na noite de segunda-feira (21), para uma assembleia no estacionamento do Parque Barigui e decidiram manter, por tempo indeterminado, o Táxi Solidário, que estabeleceu o preço das corridas em R$ 5 por pessoa. Aproximadamente 120 motoristas participaram da reunião.

De acordo com o portal Banda B, a decisão é contra o decreto da prefeitura que regula o serviço dos aplicativos de transporte Uber e Cabify. Assim, cerca de 500 motoristas decidiram oferecer corridas ao preço fixo de R$ 20, valor que pode ser dividido em até quatro pessoas, em alguns trajetos realizados por ônibus.

A expectativa é de que a publicidade gerada em torno da questão alavanque a iniciativa. Muitos motoristas disseram que, no final da tarde de ontem, vários já estavam sendo procurados para corridas, algo que, segundo eles, era difícil de ocorrer após a entrada de aplicativos de transporte individual no mercado.

Palavra da Prefeitura
A Urbanização de Curitiba S/A (Urbs) informou que está fiscalizando o transporte irregular de passageiros na frota de táxi da cidade. A autuação para lotações sem autorização prévia é de R$ 108. Em casos mais graves, a penalidade pode chegar à suspensão da atividade e ao cancelamento da autorização. A administração municipal diz que a regulamentação do serviço de táxi não permite que corridas tenham preço pré-determinado, como vem acontecendo com o Táxi Solidário.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber