Cotidiano

Morte por infecção contraída com vacina da gripe é confirmada pela prefeitura

Da Redação ·
 Posto de saúde em que as doses foram aplicadas foi fechado e depois reaberto pela prefeitura - Foto: Reprodução/RPC
Posto de saúde em que as doses foram aplicadas foi fechado e depois reaberto pela prefeitura - Foto: Reprodução/RPC

A Prefeitura de Curitiba confirmou no final de semana a morte de uma mulher de 63 anos causada por uma infecção bacteriana contraída com a aplicação da vacina da gripe. Segundo a Secretaria Municipal da Saúde, a paciente recebeu a dose na Unidade de Saúde Medianeira, no bairro Boa Vista, em 27 de abril. Outros três idosos que se vacinaram no mesmo local também tiveram infecção causada pela vacina, mas já se recuperaram. 

continua após publicidade

Em maio, após a confirmação dos casos, o posto foi interditado pela Secretaria de Saúde, mas já foi reaberto, conforme a RPC. Segundo a secretaria, os casos foram pontuais e que a vacina da gripe é totalmente segura, pois o problema não estaria relacionados com a vacina em si, mas, possivelmente à aplicação ou ao armazenamento das doses. Uma sindicância está em curso na Procuradoria-Geral do Município para apurar as responsabilidades.

Nota da prefeitura:
"A Secretaria Municipal da Saúde informa o falecimento da paciente IRPGS, 62 anos, em um hospital de Curitiba, neste sábado, 19/8. O óbito ocorreu após prolongado período de internamento e má evolução do quadro clínico.

continua após publicidade

A secretaria reafirma, contudo, a segurança da vacina da gripe. Os quatro casos de reação à vacina da gripe registrados na unidade Medianeira, em abril, foram pontuais. Uma sindicância para apurar responsabilidades, inclusive, está em curso na Procuradoria Geral do Município.

A Secretaria ressalta, ainda, que os outros 3 pacientes relacionados ao episódio pós-vacinal, já receberam alta hospitalar. Eles estão recuperados e recebem monitoramento médico regularmente."