Cotidiano

Socorristas e policiais discutem ações integradas para atuação em acidentes

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Socorristas e policiais discutem ações integradas para atuação em acidentes
Socorristas e policiais discutem ações integradas para atuação em acidentes

Com o objetivo de otimizar o tempo de resposta e melhorar atendimento emergência e urgência na PR-444 e PR-369, socorristas e membros de corporações envolvidas em  atendimento à vítimas de acidentes de trânsito em Arapongas promoveram um workshop integrado. 

continua após publicidade

Com participação de cerca de 20 profissionais do Samu, Corpo de Bombeiros, Polícia Civil, Polícia Militar, Guarda Municipal e concessionária Viapar, o último encontro foi realizado ontem, no pátio Auto Posto Breda, na Vila Industrial, de Arapongas.

 “É essencial conhecer mais sobre o trabalho de cada equipe e saber até que ponto podemos atuar juntos para que não tenha excesso de viaturas nos atendimentos. Alguns veículos têm as mesmas funções”, ressalta Rogério Fernandes, condutor socorrista do Samu, um dos responsáveis pela atividade. Nesta semana, por exemplo, as equipes atenderam um acidente com três óbitos, dois feridos na PR-444.Rogério citou também os benefícios da integração do Samu, com as Polícias Civil e Militar em ocorrências. 

continua após publicidade

“Os policiais podem nos dar orientações de como agir quando atuamos em locais de crime ou também como proceder no acionamento do trânsito em caso de acidentes e de como agir em uma situação de bafômetro”, reforça. 

O médico socorrista da Viapar, Rodrigo Freitas Torquetti, de Maringá, participou do encontro. “É importante integrar todos os profissionais porque quase sempre trabalhamos juntos e podemos diminuir o tempo do atendimento e colocar a vítima com condições favoráveis para transportá-la ao hospital” acrescenta.