Mais lidas
Cotidiano

Stan Romanek: Conheça o caso de contato extraterrestre mais bem documentado e impressionante da história

.

Stan possui mais de 190 registros de contatos extraterrestres. (Foto: Reprodução/Netflix)
Stan possui mais de 190 registros de contatos extraterrestres. (Foto: Reprodução/Netflix)

Quando se trata de conteúdo diferente e polêmico, a Netflix sempre teve um grande destaque. Dentre as últimas menções nas mídias internacionais podemos citar o famigerado '13 Reasons Why' na qual o serviço de stream foi duramente criticado, dizendo até que seria uma certa apologia ao suicídio. Porém, ao que tudo indica a empresa não está muito ligada a opinião pública e em julho desse ano adicionou entre seus vídeos um documentário muito controverso e pouco aclamado. 

Intitulado 'Extraordinary: Stan Romanek Story' a mais nova polêmica do stream detalha o que seria um dos mais bem documentados casos de contato extraterrestre dos últimos 20 anos. Estrelado pelo personagem do título, o longa de pouco mais de 100 minutos, feito em 2013 conta a versão de Stan, sua esposa e seus amigos para todos os fatos que ele vem registrando desde o ano 2000, dentre eles abduções, procriação de seres híbridos e até mesmo filmagens de 'aliens' em sua própria casa, bem como equações de extrema dificuldade já conhecidas no meio ufológico e também registros impressionantes de alienígenas em sua própria casa.

AS PROVAS

Ao todo são 195 provas 'cabais' de que um simples homem de Colorado, EUA, como ele
mesmo se descreve, teria sido uma espécie de escolhido para ter contato com seres de outro planeta e também para reproduzir o que seriam espécies hibridas com alienígenas. Como dito acima, o caso de Stan começou nos anos 2000, quando ele conheceu sua esposa Lisa pela internet (ela morava em Nebraska) e por falta de tecnologia à época, ele queria gravar um vídeo para convencer a mesma de ir conhecer sua cidade. 

Ao tentar filmar o local como um todo, o jovem Stan acaba se deparando com uma
movimentação à beira da estrada que atiça sua curiosidade e o faz parar. Tal distúrbio se dava por conta de um possível OVNI que sobrevoava uns postes de energia e que segundo Stan, foram embora assim que se deram conta de que ele estava ali.

O primeiro avistamento de OVNIs gravado por Stan em 2000. (Foto: Reprodução/Netflix)

Após esse episódio, Stan relata que não conseguia acreditar que aquilo era real, inclusive sua esposa teve acesso as imagens e teve que convencer o até então namorado, de que aquilo havia realmente acontecido. Pouco tempo depois os 'eventos' começaram a acontecer com Stan - EM PÚBLICO.

Um dos relatos dentro do longa seria a cura miraculosa do joelho de Stan. Ela havia rompido um dos tendões do ligamento ao cair quando tentava limpar a calha da casa e estava usando gesso e uma espécie de jaula para não piorar a situação até sua cirurgia, que garantiria a volta de seus movimentos, quando em uma manhã Stan acordou simplesmente curado, apenas com 5 furos na parte posterior da perna.

Os médicos não acreditaram quando viram que o joelho estava curado. (Foto: Reprodução/Netflix)

Segundo Stan, ele não se lembra de nada do que acontecera naquela noite, apenas de acordar com sua mulher, Lisa o chamando para ver um círculo que havia se formado no jardim da casa deles. Pouco tempo depois, eles acharam o gesso e a 'jaula' jogados e queimados há poucos metros da casa 

ABDUÇÕES, PROCRIAÇÕES, EQUAÇÕES E LIGAÇÕES

Segundo o 'alvo' dos contatos de quarto e quinto grau, ele teria sido abduzido diversas
vezes por seres que ele não conhece e não se lembra em sã consciência. Para tentar resolver os mistérios que o envolviam, ele começou a frequentar sessões de regressão para saber o que se passava quando entre o tempo que ele dormia na cama e acordava em outro canto da casa e que ele não conseguia registrar. 

Um dos fatos que mais chamou a atenção dentre os registros feitos nas sessões foram as equações que Stan conseguia escrever. Segundo relatado, tais equações são de uma singularidade ímpar e chegam a remeter sobre possíveis números de quantas civilizações existem pelas galáxias, bem como seriam os princípios da produção de um elemento químico que só foi descoberto anos depois, como fonte de um combustível limpo e renovável.

Stan as escrevia em transe ou quando acordava na madrugada. (Foto: Reprodução/Netflix)

Os casos mais bizarros dentre as sessões são os relatos de crianças que seriam filhos de Stan com alienígenas. Os seres híbridos inclusive entraram em contato com ele por TELEFONE... Relatos ainda dão conta de que crianças sempre surgiam em meio a fotos de família que Stan registrava

Relatos de crianças que apareciam nas fotos sem ninguém saber quem eram. (Foto: Reprodução/Netflix)

De acordo com o documentário, as crianças interceptavam ligações telefônicas, dentre essas conversas a 'filha' de Stan se apresenta como 'Kioma' com voz fina e metálica, dizendo que ela possuí mais 8 irmãos, sendo ela e mais 6 iguais (do mesmo pai, possivelmente Stan) e dois diferentes e, por incrível que pareça, os nomeia para que ele soubesse quem são. Ainda nas ligações, ele começou a ter mensagens em sua secretária eletrônica de uma mulher britânica que o chamava de 'semente das estrelas', possivelmente em uma alusão a sua procriação intergalática.

A voz que seria de uma das suas filhas, soaria de forma metálica, com um sotaque quase incompreensível e inclusive relata a Stan que eles correm perigo, tanto a menina quanto seu 'pai' e, que mesmo que o homem tentasse salvá-las ele não saberia como. Porém, a
'filha' ainda garante que o visitará pessoalmente em uma palestra que Stan daria no fim de semana, pela qual ele estava muito animado, mas que deveria tomar cuidado por haver pessoas na terra que não queriam que ele relatasse seus casos. Coincidentemente, no fim da tal palestra, Stan é cercado por um grupo de NOVE crianças que entregam flores a ele. Curioso, ele procurou por fotos do dia e acabou achando o que seria sua 'filha' no meio da platéia. 

Essa seria uma de suas filhas 'Kioma' que foi a sua palestra. (Foto: Reprodução/Netflix)

REGISTROS

Dentre os fatos que Stan documentou, estão filmagens de luzes estranhas e sombras pela
sua casa. As fotos seriam de seres que são conhecidos no meio ufológico como 'povo das sombras' que seriam alienígenas que conseguem viajar entre o tempo e espaço e dissolver suas formas humanoides ou não, em sombras, fumaça. 

As sombras foram fotografadas por toda a casa de Stan. (Foto: Reprodução/Netflix)

Bem como as imagens captadas de uma câmera de segurança instalada por ele do lado de fora de sua casa, onde uma luz vinda do alto acaba atingindo o solo e também parte da casa onde a câmera se localiza, fazendo com que ela pare de funcionar poucos segundos depois. O mais estranho é que na manhã seguinte, um grupo de empreiteiros vai a casa dele para trocar o revestimento da parede atingido pela tal luz, que segundo Stan não foi pedida por ele e nem pelo dono da casa. Stan ainda disse que a empresa que constava no adesivo da caminhonete, simplesmente não existe e que ele não pode ficar com nenhum pedaço do material retirado (mas sorrateiramente ele conseguiu e diz que os resultados das análises são impressionantes).

Nem Stan e nem o dono da casa pediram pela troca do revestimento. (Foto: Reprodução/Netflix)

Assim como impressiona o caso das 'selfies' soa extraterrestres. O documentário mostra Stan relatando que uma de suas câmeras usadas para registrar as experiências sumiu durante algumas horas e só reapareceu jogada no chão da sala. Poucos dias depois foi a vez da câmera de uma de suas filhas sumir, porém, essa ficou desaparecida por quase uma semana, quando foi achada jogada pela casa. Ao ver o que continha nos registros, Stan se deparou com imagens que seriam 'selfies' dos seres extraterrestres, aparentemente interessados no aparelho. O mais impressionante para o ufólogo, foi o fato da expressão curiosa dos aliens e o brilho que possuía seu olhar.

Essa seria uma das 'selfies' feita pelos ETs. (Foto: Reprodução/Netflix)

Outro registro que chamou a atenção mundial foi o chamado 'Boo Vídeo' onde o que seria um alienígena observando da janela sorrateiramente, algo dentro da casa de Stan. O vídeo foi o que mais chamou a atenção da imprensa internacional em 2003. Muitos tentaram
desmistificar a filmagem, bem como outros que garantiram ter sido o autor do vídeo. Mas a versão de Stan faz até um pouco de sentido quando se ouve. Segundo ele, há alguns meses alguém tentava olhar de sua janela para dentro de sua casa. Ele pensou que se tratava de um tarado ou algo similar, pois, ele tem duas enteadas e chegou até a avisar seus vizinhos do possível 'perigo' quando um deles sugeriu a Stan que ele posicionasse sua câmera de visão noturna em frente a janela e tentasse filmar a pessoa. Assim o homem conseguiu pegar o que seria um dos mais raros registros da ufologia já documentado na história.

Mas pouco tempo depois, em 2005, Stan conseguiu o que seria a maior evidência de vida extraterrestre dentre todos seus documentos. Ele conta que um de seus primos estava em sua casa com uns amigos e para não atrapalhar os meninos, ele acabou se afastando e indo dormir em outro canto da casa com sua esposa. Porém, às 3h da manhã, Stan acordou com barulhos e foi até sua cozinha para ver do que se tratava (ele imaginou que um dos jovens estava fazendo um desafio ou algo do tipo), pegou sua câmera e começou a procurar pela origem do barulho, quando feixes de luz surgiram e ao se virar para a porta de vidro de sua cozinha ele registrou o que seria um alien inclinado e olhando fixamente para ele. No depoimento ao documentário, Stan ainda diz que desmaiou pouco tempo depois e acordou quase uma hora depois, no chão da cozinha.

Imagem de um dos vídeos que Stan diz ter gravado do alien. (Foto: Reprodução)

CONTATO DE QUINTO GRAU

O mais impressionante de todos os relatos que Stan divulga, não houve exatamente documentação. Ele conta que em 2011, aproximadamente às 2:30h da manhã, fortes batidas foram ouvidas na porta da frente de suas casa. Quando Stan acordou para ir ver do que se tratava (ele achava que eram ladrões), o ufólogo viu que sua irmã já tinha atendido a porta e estava em transe. Ao perceber que os 3 visitantes eram aliens, Stan tentou correr, porém, a mulher que fazia parte do 'grupo' o segurou pelo pulso e garantiu em pensamento que tudo ficaria bem.

Ele ainda relata que após ser levado para o lado de fora da casa pelos seres, até tentou se desvencilhar deles, porém, o transe no qual foi colocado o impedira de se livrar do contato. Ele relata essa experiência como a mais vívida já acontecida com ele, dado ao fato de que ele se encontrava acordado no momento da abdução.

AMEAÇAS

De acordo com o que mostra no documentário, as vozes que falavam com ele por telefone sempre pediam para que ele tomasse cuidado a todo tempo, pois, haveriam pessoas interessadas em seu silêncio. Pouco tempo depois, ao sair para o trabalho, Stan foi fechado por uma van. Como estava de bicicleta, o ufólogo cortou caminho dentre as arvores até a empresa na qual trabalha.

Ao chegar no estacionamento de seu trabalho, a van já o aguardava com 4 homens, que de acordo com ele seriam militares, o pedindo para ficar de bico calado. Logo após tentar escapar, Stan começou a brigar com eles (ele havia aprendido a lutar por sofrer bullying no colégio), quando sentiu um choque na parte das costas, como resultado ele sofreu vários ferimentos em seu rosto, ficando internando.

O ufólogo foi atacado a caminho do trabalho por homens que seriam 'militares'. (Foto: Reprodução/Netflix)

Porém, Stan se recusou a se silenciar. O ufólogo começou a dar palestras e escrever livros para ter seus casos divulgados mundialmente. A revelação dos vídeos, acabaram fazendo com que Stan ficasse conhecido no meio UFO e fosse convidado para participar de vários programas de TV, ao ponto de seu documentário estrear no Netflix.

ACUSAÇÃO DE PEDOFILIA

Com toda a fama envolta da vida de Stan, não demorou muito para que acusações fossem feitas contra ele. A maior de todas elas foi uma denúncia anônima de que Stan fosse pedófilo e seu computador tivessem imagens de pornografia infantil, fazendo com que além de sua prisão seu computador e notebook também fossem levados pela força da Segurança Nacional dos EUA. O que de acordo com seus amigos e familiares não passa de uma tentativa de desmoralização para fazer com que as provas que Stan obteve nos últimos 17 anos fossem descredibilizadas perante o grande público.

Ao fim do documentário, foram colocadas algumas manchetes de jornais que trariam notícia de que o FBI era o responsável por colocar imagens como as achadas no notebook e computador de Stan, para incriminar pessoas como um vírus que seria transmitido pelo IP do próprio computador pela rede wifi do mesmo.

Segundo a imprensa que está cobrindo o caso do ufólogo, em seu computador foram achadas mais de 300 imagens pornográficas em cerca de 17 arquivos diferentes. O julgamento começou no dia 31 de julho e tem previsão para acabar apenas no dia 09 de agosto.


×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber