Cotidiano

Policiais civis do Paraná são suspeitos de extorquir contrabandistas

.

Foram apreendidos R$ 25 mil na sala do superintendente. Foto: Divulgação
Foram apreendidos R$ 25 mil na sala do superintendente. Foto: Divulgação

Policiais civis do Paraná são investigados por suposta extorsão a contrabandistas. Durante mandado de busca e apreensão o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) localizou cerca de R$ 25 mil em dinheiro  e uma arma na sala do superintendente da Delegacia de Estelionatos e Desvios de Cargas de Curitiba (Dedc).

O Gaeco apura uma denúncia anônima de que os agentes da Dedc teriam exigido dinheiro para liberar um caminhão carregado com produtos contrabandeados do Paraguai. Os policiais ainda teriam liberado um homem envolvido na situação, ao preço de R$ 35 mil. O Gaeco ainda recebeu informação de que os agentes estariam negociando cerca de R$ 100 mil para a liberação de uma carga ilegal que teria sido encontrada durante a operação. 

Durante a investigação, o Gaeco encontrou um carro com placas do Paraguai que segundo a denúncia foi usado para escoltar o caminhão com o contrabando. No entanto, na delegacia não foi encontrado nenhum registro oficial de que a operação tenha sido realizada. 

A corregedoria da Polícia Civil disse, por meio de nota, que está investigando o caso. Um  policial foi afastado das funções que o inquérito seja concluído. Se comprovada a denúncia, os policiais podem perder os cargos e responderão processos criminais.