Mais lidas
Cotidiano

Atentado relacionado a drogas deixa 4 mortos e 11 feridos na fronteira do Paraguai com Brasil

.

Local do atentado em Pedro Juan Caballero: quatro mortos e 11 feridos -  Foto: Reprodução
Local do atentado em Pedro Juan Caballero: quatro mortos e 11 feridos - Foto: Reprodução

Um atentado ocorrido na madrugada desta segunda-feira (24) em Pedro Juan Caballero, cidade paraguaia que faz fronteira com Ponta Porã, no Mato Grosso do Sul, deixou quatro pessoas mortas e 11 feridas. Homens encapuzados e armados com fuzis e pistolas chegaram a bordo de uma caminhonete de cor prata, entraram na pub "Affter Office" e passaram a atirar contra as pessoas que estavam no local. A casa noturna era inaugurada e estava lotada. Duas mulheres e dois homens morreram, conforme o portal MS em Foco.

As vítimas foram identificadas como Felipe Alves, conhecido pelo apelido de ‘ Filhote’, de 28 anos,; Sabrina Martins dos Santos, de 24 anos e Gabriela Oliveira, de 18 anos. Todos são brasileiros.

Ficaram feridos no atentado Valter Ulisses Martins da Silva, 21 anos; Leandro Maciel Bitencourt também de 21 anos, ambos brasileiros, além de Denis Kawasoko, 24, ; Pedro Lucas de Moraes, Carlos Coronel Freitas, 21, Victor Inocêncio Benitez Rivas, 28, Sérgio Javier Orlando, 21 anos, Jéssica Paola Romero, 19, e Enrique Yunes Ledesma, de 21 anos, todos de nacionalidade paraguaia. Os 11 feridos foram levados para oHospital Regional de Pedro Juan Caballero.

"As duas vítimas masculinas pertenciam a uma gangue criminosa. Eles eram o alvo dos tiros. Mas outros foram atingidos, incluindo as duas mulheres que morreram e outros que foram hospitalizados", disse o promotor paraguaio Oscar Samuel Valdez à Rádio Amambay AM, de Pedro Juan Caballero.

O proprietário do pub "Affter Office", identificado como Ricardo, foi entrevistado pela Rádio Amambay AM de Pedro Juan Caballero. Ele disse que estava reinaugurando o pub em seu novo local, após ter feito um grande investimento. Segundo ele,  em torno de 200 pessoas estavam no local e o ataque dos atiradores durou em torno de 2 minutos.

Situações recorrentes
Casos de violência relacionados com drogas são comuns naquela região do Paraguai, mas raramente eles se espalham para áreas públicas, como nesta segunda-feira. A polícia brasileira e paraguaia estão trabalhando em conjunto para elucidar o caso.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber