Cotidiano

ErotikaLand, o 1º parque erótico do mundo a ser inaugurado no Brasil, é notícia no exterior

.

O ErotikaLand teve investimento estimado em 80 milhões de reais - Imagem: SoftLove
O ErotikaLand teve investimento estimado em 80 milhões de reais - Imagem: SoftLove

Destacado por ter alguns dos melhores jogadores de futebol do mundo, belas mulheres, praias paradisíacas e outros tantos atrativos, o Brasil volta agora a ser destaque na mídia internacional por conta primeiro parque erótico do mundo, que deve iniciar atividades até o final de 2017 . O ErotikaLand foi construído em Piracicaba, no interior de São Paulo, cidade também conhecida como "Noiva da Colina". A inauguração do parque temático de sexo foi assunto de matéria no portal Cattledayportal Cattleday e outros sites internacionais.

O projeto para criar uma espécie de Hopi Hari do sexo, como define o empresário Paulo Meirelles, um dos sócios do local, teve investimento estimado em 80 milhões de reais em uma área de 150 000 metros. Por dia, essa infraestrutura seria capaz de “levar ao delírio” mais de 3000 pessoas (mas só é permitida a entrada de pessoas acima de 18 anos, o único pré-requisito).

Além de Meirelles, estão a frente da empreitada os empresários Mauro Morata (sócio dele na Soft Love, fábrica de cosméticos e próteses) e Evaldo Shiroma, da Erotika Fair, a primeira feira do setor. “Sabemos que é um projeto bem ousado, mas nossa intenção é tornar o local um ponto turístico internacional”, explica Meirelles.

Segundo ele, a ideia é fazer algo que seja divertido, mas sem virar bagunça. Por isso, mesmo que dê para transar no parque, haverá lugares específicos para isso, como o hotel e a roda gigante ( será possível fazer sexo e ainda observar a paisagem). 

Material descartável e entrega de celulares
Para os empresários, a principal preocupação será com a segurança, higiene e privacidade dos visitantes. Em algumas atrações o material será descartável e em outros somente será a permitida a entrada mediante a entrega de celulares. Antes de os visitantes entrarem no parque e começarem a usar os brinquedos, eles terão que passar por uma sala onde as regras do local serão explicadas. 


O ErotikaLand foi construído em uma área de 150 000 metros quadrados na região
de Piracicaba, a uma hora e meia da capital paulista - Imagem: Divulgação

Veja a seguir as principais atrações do ErotikaLand:

Cinema 7D: essa tecnologia já existe em alguns parques de diversões do país. Durante a projeção, as cadeiras e o ambiente transmitem as sensações do filme à plateia, como calor, frio, vibrações

Roda gigante: Ao invés de cadeiras, haverá cabines fechadas, feitas com um material que permite ver a vista, mas sem ser visto

Trem dos prazeres: um “trem fantasma erótico”, mas no lugar das assombrações, haverá gogo boys e gogo girls

Hotel: o usuário poderá se hospedar no local por um dia ou por algumas horas, como um motel. Também terá um centro de convenções

Piscina de nudismo: o ponto de paquera do pessoal (ali, ninguém poderá fazer sexo)

Museu erótico: Segue a linha de parques como o Love Land, da Coreia do Sul. Vai abrigar uma exposição permanente de arte erótica, além disso, algumas esculturas vão decorar o parque

Erotic games: nos moldes do Playland, mas com jogos eróticos