Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Cotidiano

Computador quântico do Google deve superar convencionais até o fim de 2017

.

Com chip de 49-qubits, o computador será capaz de resolver certos problemas muito complexos - Foto - Foto - Julian Kelly/Google
Com chip de 49-qubits, o computador será capaz de resolver certos problemas muito complexos - Foto - Foto - Julian Kelly/Google

A Google sempre está na frente quando se trata de computação quântica. A empresa está testando um processador de 20-qubit, o chip mais poderoso já produzido, e está no caminho para produzir um chip de 49-qubit até o fim de 2017. 

Qubit é mais poderoso que os bit clássicos porque pode ser 0 e 1 ao mesmo tempo. Com este chip de 49-qubits, o computador será capaz de resolver certos problemas que estão além da habilidade de computadores comuns. Alcançar este objetivo até o fim de 2017 foi estabelecido como meta da empresa em julho de 2016.

Diminuir taxas de erros
Agora que Google e outras empresas envolvidas na computação quântica dominaram essa área tecnológica, o maior desafio enfrentado pelas empresas é melhorar esses sistemas e diminuir suas taxas de erro, conforme o News Cientist.

Michele Reilly, CEO da start-up Turing Inc, ressalta que é fundamental não se deixar levar pelo número de qubits. Para ela, o mais importante é a correção de erros. Alan Ho, engenheiro do Google, estima que o computador quântico livre de erros só será possível em 2027. 

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Cotidiano

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber