Cotidiano

Homem andando nu no dia de Corpus Christi em Curitiba intriga por semelhança a Jesus Cristo

.

Foto: Reprodução/Rede Massa
Foto: Reprodução/Rede Massa

A semana que se passou contou com uma celebração especial na quinta-feira, (15), o feriado de Corpus Christi. A data é uma tradição da igreja católica, onde cerca de 60 dias após a data da Páscoa e sendo a quinta-feira santa seguinte ao domingo da Santíssima Trindade, é comemorada com grandes procissões que enfeitam ruas o fato de Jesus instituir o sacramento da eucaristia. Bem como simbolizaria a caminhada do povo Judeu em busca da Terra Prometida, de acordo com o velho testamento.

Porém em Curitiba, Paraná, uma situação inusitada aconteceu na madrugada de Corpus Christi. Um homem foi flagrado andando nu em vias públicas no bairro de Uberaba, região afastada do centro da capital paranaense conhecida por ser muito perigosa e, que segundo publicações foi palco de uma chacina com 8 mortos naquele mesmo dia.

Como pode ser visto nas imagens, o rapaz que está sendo comparado a Jesus Cristo por internautas, aparentava estar perdido. A semelhança com o Cristo foi notada por usuários das redes sociais pela longa barba que o rapaz possuía, bem como seus cabelos castanhos de comprimento mediano, como o próprio Filho de Deus é retratado pelas igrejas.

A figura chamou a atenção pelo fato de não estar trajando nem sequer um par de chinelos em uma fria madrugada. A cidade de Curitiba é conhecida como uma das mais frias do sul do Brasil, tendo suas temperaturas sempre baixas de maio a agosto, com períodos de geada nessa época do ano e naquela madrugada em questão, os termômetros marcavam apenas 9°c no exato momento da gravação.

O mistério de quem seria o tal rapaz continua, só o que se pode vislumbrar é a falta de preocupação do mesmo que ao ser abordado pelo cinegrafista que o seguia. Ele continua a caminhar sem sequer olhar para o lado. Ao fim da filmagem é possível notar que o ‘Cristo’, não se encontrava mais ali, havia sumido na frente dos olhos de quem o filmara.