Cotidiano

Conheça a triste realidade por trás de vídeos "fofos" de animais

Da Redação ·
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

A ativista animal Luisa Mell soltou uma nota em sua página pública do Facebook chamando a atenção para um vídeo que viralizou na semana passada de um cachorrinho que anda sobre duas patas com uma mochila nas costas.

continua após publicidade

O vídeo, que foi questionado quanto a sua veracidade, esconde uma triste verdade por trás. A ativista chamou a atenção para os maus tratos sofridos pelos animais para reproduzir esse tipo de ação.

A descoberta foi feita através de rastreio das contas de redes sociais chinesas que publicam vídeos como esses. No intuito de descobrir se os virais eram reais ou falsos, o site BuzzFeed dos EUA descobriu que existem centenas de vídeos como esse.

continua após publicidade

De acordo com a descoberta, existe uma rede social chinesa chamada Weibo que funciona como um Twitter entre pessoas que compartilham imagens de animais andando como gente e outros virais do tipo. Dentre eles, foram encontrados vídeos de treinamento desses cães, onde mostram que eles aprendem na base da violência os truques.

MAUS TRATOS DE ANIMAIS SELVAGENS VÃO MAIS LONGE

Mas não são apenas cãezinhos que enfrentam crueldades. Há algum tempo circula nas redes sociais vídeos com os fofíssimos Lóris Lento. Os bichinhos selvagens são sempre filmados com seus olhos arregalados, esticando seus braços para comer ou receber cocegas.

continua após publicidade

O que poucos sabem é que os Lóris são animais selvagens e em sua grande maioria são caçados e contrabandeados para serem comercializados no mercado negro. As cocegas causam medo no animal, de modo que ele ergue seus braços, para transferir veneno para seus cotovelos. A luz natural, machuca seus olhos e grande parte deles, sofre desnutrição.

Conheça a triste realidade por trás de vídeos "fofos" de animais fonte: Reprodução

Antes de serem vendidos, os bichinhos tem seus dentes arrancados pelos caçadores. Quando capturados eles tem de dividir as gaiolas superlotadas, e muitas vezes, no mesmo espaço já se encontram outros animais mortos.

As denúncias estão registradas em vídeo pela ONG Tickling Is Torture (cocegas são tortura), na qual eles mostram toda a cruel realidade que Lóris Lento tendem a enfrentar quando são retirados de seus habitats naturais.

continua após publicidade

Veja vídeo (atenção: as imagens a seguir são fortes):

Conheça a triste realidade por trás de vídeos "fofos" de animais - Vídeo por: Reprodução