Cotidiano

PF aperta o cerco contra o tráfico internacional de drogas no porto de Paranaguá

Da Redação ·
Cocaína apreendida pela PF seria levada para a Europa estava escondida em madeiras de casas. - Foto: Divulgação
Cocaína apreendida pela PF seria levada para a Europa estava escondida em madeiras de casas. - Foto: Divulgação

A Polícia Federal (PF) divulgou neste sábado (20) mais informações sobre a Operação Flashback, realizada com o objetivo de investigar organizações criminosas envolvidas no tráfico internacional de drogas, que faziam remessa de entorpecentes de portos do Brasil para a Europa, principalmente de Paranaguá, no Paraná.

continua após publicidade

Foram expedidos pelo Juízo da Vara Federal de Paranaguá (litoral do Estado) 20 mandados de busca e apreensão, 18 mandados de prisão preventiva e 6 mandados de prisão temporária, que foram cumpridos nos estados do Paraná, São Paulo, Rio Grande do Sul e Pará. Os investigados responderão pela prática dos crimes de tráfico e associação para o tráfico internacional de drogas.

Os presos no litoral do Paraná foram levados para a Superintendência da Polícia Federal em Curitiba; os demais ficarão à disposição do Judiciário nos Estados em que forem cumpridos os mandados de prisão.

continua após publicidade

O nome da operação é uma referência ao fato de que o modus operandi utilizado pelos investigados é recorrente nos portos nacionais, inclusive já identificado com a prisão de diversos envolvidos em operações realizadas pela PF em Paranaguá há alguns anos (operações Deadline e Safira).