Cotidiano

Menino com síndrome de Down tira foto de 'seu anjo da guarda' através da janela do avião

Da Redação ·
 Kerri Liles disse que seu filho tirou uma foto de seu anjo da guarda - Foto: Aasher Liles
Kerri Liles disse que seu filho tirou uma foto de seu anjo da guarda - Foto: Aasher Liles

O garoto norte-americano Aasher, de sete anos de idade, tirou uma foto intrigante durante um voo que fazia para o Texas (EUA). A mãe do garoto, Kerri Liles, acredita que o filho captou a imagem seu anjo da guarda pela janela do avião, e desde que a foto foi divulgada, vem sendo compartilhada inúmeras vezes.

continua após publicidade

Kerri disse que ficou realmente surpresa ao ver as fotos tiradas pelo filho e, em uma delas, se deparar com a imagem do que acredita ser o anjo da guarda de Aasher.

Ela explicou que o interesse do filho em tirar fotos com os celulares dos pais começou há pouco tempo, e que ele resolveu tirar fotos durante o voo depois de ver que a mãe tinha fotografado a vista da janela.

continua após publicidade

Como Aashue se empolgou e tirou diversas fotos, Kerri precisou apagar algumas delas, pois estava com a memória do celular já cheia. Enquanto deletava, ela se deparou com a imagem misteriosa, que parece flagrar um espectro humano em meio às nuvens.

Menino com síndrome de Down tira foto de 'seu anjo da guarda' através da janela do avião fonte: Reprodução

Aasher Liles tem um A a mais no nome para representar seu cromossomo extra
- Foto: Kerri Liles

Kerri detalhou que o filho, que tem a Síndrome de Down, é muito sensitivo e costuma, inclusive, se aproximar de estranhos que estejam necessitando de ajuda. Ela acredita, portanto, que o anjo da guarda fica por perto para dar conforto ao filho, que tem um “a” a mais no nome devido ao seu cromossomo extra.

continua após publicidade

“A Síndrome de Down não é ruim ou assustadora. É apenas um caminho diferente do que nós tínhamos pensado em fazer. Nós realmente ganhamos na loteria”, afirmou a mãe, durante entrevista publicada no portal britânico Metro. A conclusão sobre a foto fica por conta de cada um.

As informações são do Metro