Mais lidas
Cotidiano

Trump teria revelado informações ultra secretas ao governo russo em visita

.

Foto: Rex
Foto: Rex

O presidente norte americano, Donald Trump fez revelações altamente confidencias ao ministro de Relações Exteriores da Rússia e ao embaixador do país, em uma visita na última semana, segundo o Washignton Post.

Trump teria revelado dados importantes sobre informações críticas do Estado Islâmico no Iraque e o grupo terrorista Levant. Ele teria dado tais informações numa tentativa de unir forças contra a guerra no local. Mas não é exatamente assim que a imprensa americana está pensando.

Para eles, Trump ao conceder tais informações ao governo russo colocou em risco a sua própria confiabilidade, podendo perder até mesmo as fontes confiáveis que os militares americanos ainda possuem, com dados privilegiados sobre a ISIS.

O presidente se reuniu no salão oval com Sergey Lavrov, ministro russo das Relações Exteriores, e Sergei Kislyak, embaixador russo nos EUA, revelando a eles que possui informações importantes sobre o oriente, reiterando que essas informações importantes, são dadas diariamente a ele.

A reunião aconteceu apenas um dia após James Comey ser demitido de seu cargo no FBI, segundo a imprensa americana, para abafar possíveis ligações entre Trump e Moscou, dado ao fato de Corney liderar uma investigação sobre as eleições que o elegeram presidente em 2016.

H. R. McMaster, conselheiro de segurança nacional dos EUA disse que nenhuma informação militar ou estratégica foi revelada durante a visita, muito menos fontes ou métodos de atuação, apenas revisaram as ameaças em comum sofridas pelas duas nações em especial no que diz respeito a segurança aérea. 

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber