Cotidiano

Jornalista relata experiência sobrenatural e afirma "existe vida após a morte" 

.

Jornalista afirma que vivenciou experiências sobrenaturais. Foto: Getty / Twitter
Jornalista afirma que vivenciou experiências sobrenaturais. Foto: Getty / Twitter

Você acredita na vida pós-morte? Para a jornalista e pesquisadora Leslie Kean, a vida continua. Ela afirma ter vivido experiências, que são relatadas em seu novo livro.

Leslie é uma jornalista que dividiu sua vida em pesquisar temas sobrenaturais e escrever sobre eles, tendo seus livros em primeiros lugares de vendas, segundo o New York Times. Em seu novo trabalho intitulado Surviving Death – Sobrevivendo a Morte, em tradução livre – ela diz ter pesquisado e até mesmo vivido experiências de quase morte, evidenciando que para ela, a vida continua.

O livro se divide em dez capítulos, onde especialistas em reencarnação, experiências fora do corpo, mediunidade e experiências de quase-morte, relatam as atividades paranormais. Mas o que traz de diferencial nesse trabalho, são as experiências pessoais que Leslie vivenciou.

Com o auxílio do médium inglês Stewart Alexander, a jornalista diz ter testemunhado eventos de mudança de vida. “Encontrei algo completamente incompreensível, mas real.”, continua ela relatando que em uma das sessões mediúnicas ela presenciou a materialização de uma mão, conseguindo até mesmo tocá-la.

"Eu segurei aquela mão na minha. Sentia completamente normal e humano com articulações e ossos, e unhas, mas muito mais quente, do que a minha mão e maior, com dedos finos e uma pele muito macia.”, descreve.

Foto: Tatiana Daubek


Leslie afirmou ainda ao Expresso UK, que pode até conhecer os guias espirituais do médium que a atendeu, explicando que guias são aqueles que instruem e conduzem os médiuns em sessões mediúnicas, auxiliando no contato com o além túmulo, e que foram eles os responsáveis pela experiência em tocar uma mão de um espirito, afirmando que o dono da mão havia morrido há mais de 100 anos.

O livro da jornalista já se tornou o número um em vendas na Amazon, na seção de mistérios inexplicáveis.