Cotidiano

Conheça o dispositivo que pode salvar a sua vida através da velocidade que você caminha

.

O WiGait usa sinais sem fio para medir continuamente a velocidade de caminhada de uma pessoa. (Foto: MIT)
O WiGait usa sinais sem fio para medir continuamente a velocidade de caminhada de uma pessoa. (Foto: MIT)

Já existem milhares de app e produtos no mercado que medem quantos passos você dá por dia, qual sua pulsação e até mesmo quanto tempo de sono profundo você teve a noite anterior. Mas o WiGait promete ser diferente. 

Segundo estudos realizado no Instituto de Tecnologia de Massachusetts - MIT, um protótipo de dispositivo possui uma tecnologia sem fio que pode ajudar as pessoas a monitorar sua velocidade de caminhada, podendo assim medir sua pressão arterial e pulso. Fatores que indicam problemas de saúde, que pode até levar a uma morte precoce.

De acordo com o estudo, caminhadas mais lentos estão ligados a doenças como insuficiência cardíaca, demência ou doença cardíaca, sendo um alerta para as pessoas que se encaixam nessa categoria.

O dispositivo possui o tamanho de um pequeno quadro de pintura, pode ser colocado na parede da casa emitindo seus sinais. O aparelho analisa sinais sem fio refletidos nos corpos para medir uma série de comportamentos de respiração e queda de emoções específicas.

A professora Dina Katabi, que coordenou o estudo, afirma que medir a velocidade do caminhar é quase tão importante quanto medir a pressão ou a pulsação das pessoas. "Várias internações que poderiam ter sido evitadas, como quedas ou doenças do trato digestivo e cardíaco ou até mesmo pulmonares, tem demonstrado correlação com a velocidade do caminhar dos internados."

O dispositivo pode ajudar a revelar informações de saúde importantes, especialmente para os idosos. "Muitas internações que podem ser evitadas estão relacionadas a questões como quedas, doenças cardíacas congestivas ou doença pulmonar obstrutiva crônica, que têm mostrado correlação com a velocidade da marcha", diz Katabi.

Enquanto o aparelho não chega ao mercado, os pesquisadores do MIT deixam um para que pessoas mais idosas e até mesmo os na faixa etária de 40 a 60 anos tenham sempre consigo um medidor de passos, para sempre observarem a quantidade caminhada pelo dia, até mesmo servindo de lembretes para que andem mais.

Veja um video divulgado pelo MIT