Cotidiano

Carro que voa é apresentado ao público e começa a ser vendido em 2020

Da Redação ·
Na terra, a velocidade máxima do carro voador fica em 160 km/h, mas, no céu, chega nos 357 km/h - Foto - Divulgação - Aeromobil
Na terra, a velocidade máxima do carro voador fica em 160 km/h, mas, no céu, chega nos 357 km/h - Foto - Divulgação - Aeromobil

Após muita expectativa, foi apresentado ao público recentemente durante evento promocional realizado em Monâco, na Europa um carro que tem capacidade de voar. O modelo projetado por Stefan Klein, da AeroMobil, vai se tornar uma realidade e ser comercializado a partir de 2020, quando estão previstas as primeiras entregas. O modelo de quarta geração, que vem sendo aperfeiçoado há mais de 15 anos, está pronto para começar a ser encomendado pelos interessados.  

continua após publicidade

De acordo com a direção da Aeromobil, preliminarmente serão fabricadas 500 unidades do carro que voa como parte de uma série limitada denominada “First Edition” . Cada uma vai custar enrte US$ 1,3 milhão e US$ 1,63 milhão, dependendo do nível de equipamentos. Quem levar as primeiras 25 unidades terã de bônus itens exclusivos, com status de edições para clientes considerados como uma espécie de fundadores da empresa fabricante. 

São escassas ainda as informações sobre detalhes técnicos do carro voador da AeroMobil. O que se sabe até agora é que trata-se de um avião leve e relativamente pequeno com asas retráteis. Vem com motor 2.0, turbinado, de quatro cilindros, que rende em torno de 300 cv. Precisa ser mais leve e eficiente do que os que equipam os automóveis convencionais, além de mais durável.

continua após publicidade

Motor elétrico no eixo dianteiro
Quando o modelo da AeoMobil começa a ser utilizado para rodar em terra firme entra em ação um motor elétrico, que vai instalado no eixo dianteiro e recebe energia do motor a combustão. E para alimentar o 2.0 turbo existe um tanque de 90 litros, que a fabricante diz ser suficiente para uma autonomia de 700 quilômetros no chão e 750 km no ar. Na terra, a velocidade máxima fica em 160 km/h, mas, no céu, chega nos 357 km/h.

Transformação em três minutos
A fabricante detalha ainda que para o carro que voa se transformar é preciso cerca de três minutos. O modelo pode acomodar dois ocupantes e tem espaço para levar 240 quilos de bagagem. Um para-quedas foi incluído nos equipamentos de série por medida de segurança.  

As informações são do portal autonews.com