Cotidiano

Alunos da rede estadual podem participar de cursos de aperfeiçoamento matemático

Da Redação ·
Aulas são gratuitas e têm como objetivo potencializar o aprendizado e desenvolver competências nesta área do conhecimento. Foto: Assessoria
Aulas são gratuitas e têm como objetivo potencializar o aprendizado e desenvolver competências nesta área do conhecimento. Foto: Assessoria

Os estudantes da rede estadual de ensino podem participar de aulas específicas de preparação intensiva para competições como a Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP) e a Olimpíada Brasileira de Matemática (OBM). As aulas são gratuitas e têm como objetivo potencializar o aprendizado e desenvolver competências nesta área do conhecimento.

continua após publicidade

O curso também vai promover acesso a novas ferramentas que estimulam curiosidade, capacidade investigativa, autonomia para resolver problemas e melhora do desempenho escolar.

Modalidades
O treinamento é dividido nas modalidades presencial (com carga horária de 144 horas) e a distância, que dura o ano todo. O curso é dividido em três níveis: 1 para estudantes do 6° e 7° ano do ensino fundamental; 2 para estudantes do 8° e 9° ano; e 3 para estudantes do ensino médio. O curso segue as diretrizes do material didático fornecido pelo Instituto Brasileiro de Matemática Pura e Aplicada (IMPA).

continua após publicidade

Os estudantes do nível 1 vão trabalhar com disciplinas de aritmética e combinatória. Já nos níveis 2 e 3 serão trabalhadas as disciplinas de álgebra, combinatória, geometria e teoria dos números.As aulas são ministradas por professores voluntários em Polos Olímpicos de Treinamento Intensivo (POTI). 

As inscrições podem ser feitas no endereço poti.impa.br (http://poti.impa.br/).As avaliações serão por meio de simulados nacionais preparados pela equipe da Olimpíada Brasileira de Matemática. Para obter o certificado de participação é necessário 80% de frequência.